PERFECCIONISMO

plantando-sementes

Perfeccionismo creio ser uma perfeição alem da realidade apresentada na palavra de Deus. E em contrapartida a perfeição contida na palavra de Deus, temos a imperfeição! (O Dois Grupos Hoje em Nosso meio Adventismo, Um defendem a Perfeição Cristã e outro a Imperfeição)
Deus criou o homem perfeito, a Sua imagem em semelhança Gen 1:26 e 27 , moralmente “Reto” Ecl. 7:29 ! E essa perfeição poderia ser desenvolvida mais e mais, refletindo mais e mais a Glória do Seu criador Edc pg 15, e isto mesmo no estado sem pecado e “reto”que o homem foi criado! Após a queda, o homem torna escravo daquele que por qual foi vencido 2Per 2:19 se separando de Deus e por natureza passa ser inimigo de Deus guerreando contra o Criador CG pg 467, 468 Onde Deus olha para Terra e não ver mais um justo se quer Rom 3:10! Pois todos nossos atos de justiça passa ser agora como trapo de imundície Isa 64:7
O homem nesta condição, não consegue fazer nada de bom, nada nada!

Vejas: Jer. 13:23 “Pode o etíope mudar a cor da sua pele, ou o leopardo as suas manchas? Tão pouco vós fazer o bem acostumado que estais a fazer o mal.”

Mas vejamos o que Deus requer de nós:

“Sedes vós perfeitos assim como o Pai que está no Céu Mat 5:48″

“Sede Santos por que Eu Sou Santo Lev. 11:44 e 19:2″

“A condição de vida eterna é HOJE EXATAMENTE a Mesma que SEMPRE Foi- a mesma do Paraíso, ANTES da Queda de nossos primeiros pais. PERFEITA Obediência à Lei de Deus, Perfeita JUSTIÇA” Caminho a Cristo pg 61,62

Vejamos, essa exigência de Deus é “impossível” ao homem depois da queda alcançar e seria perfeccionismo colocar como padrão para o “homem caído SEPARADO de Deus alcançar”, visto a condição que se encontra o homem após a queda!

Mas paramos por aqui?

Não temos um evangelho que é o Poder de Deus para salvação Rom 1:16?
E esse poder em Cristo não é para salvar “do” pecado Mat. 1:21?
Deus disse que importa a nascer de novo, e do Espírito João cap 3 e esse novo nascimento não faz que nascemos em “Verdadeira Justiça e Santidade” Ef 4:23, 24
Tornando o homem participante de Sua “Santidade” Heb 12:10?

Veja esse verso:

“Desse modo Ele nos tem dado Grandíssima e Preciosa PROMESSAS (as qual Paulo, Pedro, João, EGW fala que levantaria homens em nosso meio contra elas) , para que por elas vos tornei PARTICIPANTE DA NATUREZA DIVINA, Havendo Escapado da Corrupção, que pela concupiscência há no mundo” 2 Ped. 1:4

Veja agora o que seria escapando da Corrupção que pela concupiscência que há no mundo é o mesmo que não pecar, e isto é, Quando Estivermos Ligado a ELE pela Fé:
“A humanidade de Cristo estava unida à divindade; estava habilitado para o conflito, mediante a presença interior do Espírito Santo. E veio para nos tornar participantes da natureza divina. Enquanto a Ele estivermos ligados pela fé, o pecado não mais terá domínio sobre nós. Deus nos toma a mão da fé, e a leva a apoderar-se firmemente da divindade de Cristo, a fim de atingirmos a perfeição de caráter.” DTN

Logo passa ser Cristo em nós,(por meio do Espírito Santo) esperança da Glória, que nos da o poder de nos Guarda de tropeçar Judas 1:24 onde não reine mais o pecado em nós Rom cap 6

Meditemos neste texto:
“Cristo viveu uma vida de perfeita obediência (como é requerida de nós e sempre foi, igual antes da queda no paraíso) à Lei de Deus, DEIXANDO Nisto um Exemplo PERFEITO a toda criatura humana. A vida que Ele viveu NESTE MUNDO (CAÍDO APÓS QUEDA) , DEVEMOS NÓS VIVER, “MEDIANTE” SEU Poder , e sob as Sua Instruções.” CBV pg 180

Isto Não é perfeccionismo, mas o Poder de Cristo em nós, para nos salvar!

Agora vamos lá…

A base para errar feio em chamar a perfeição cristã de PERFECCIONISMO, tem como alicerce a Conclusão ERRONIA DE PECADO , que é transgressão da lei, “Quebra de Princípio” e está é a nosso única definição de pecado dada na santa escritura GC pg 493

Mais que muitos pastores correm de reconhecer isto, e querem ficar na interpretação errada de pecado atribuindo a nossa Natureza pós Queda (pecaminosa) e defendendo o Vinho da Igreja Católica, veja o que veio na Lição da Escola Sabatina de Aluno dia 12 de Outubro de 2014

“Tiago separa a tentação do Pecado. Ser tentado Não é Pecado. Até mesmo Jesus foi Tentado. O problema não é a tentação, mas como reagimos a ela. TER UMA NATUREZA PECAMINOSA NÃO É PECADO. No entanto, é pecado permitir que a Natureza pecaminosa Controle nossos pensamentos e dite Nossas Escolhas.” (LES pg 18 de aluno)

Ai está bem definido o que é pecado, pecado não é Nossa Condição por ter uma Natureza Pecaminosa, Mas Quando DEIXAMOS ela CONTROLAR Nossas “ESCOLHAS”.

Eis onde muitos pastores ERRAM em concluir que somo Pecadores Por NATUREZA devido a queda do Homem e o estado que se encontra após a Queda. Pois se isto fosse verdade, não teria como ser perfeito vencendo o pecado no TEMPO DE GRAÇA, remediando os nossos defeitos de Caráter que é Pecado (PJ pg 330). Pois nossa Natureza só é transformada na GLORIFICAÇÃO (CSS pg 44) e o Caráter deve ser no tempo de Graça (LA pg 16,319, CSS pg 44, e muitos outros texto) Onde que o Apóstolo pedro no exorta:

“Mas nós segundo a promessa aguardamos novo Céu e nova Terra, nos quais habita a justiça. Pelo que amados, AGUARDAMOS ESTAS COISA, procurai que que dEle sejais achados IMACULADOS e IRREPREENSÍVEIS em paz ” 2Pedro 3:13, 14

Nos temos hoje DOIS evangelho (infelizmente e cumprimento de profecia) em nosso seio, Um que desculpa o pecado e trata a perfeição Cristã como PERFECCIONISMO, e outro que condena o pecado, que em Cristo podemos ser vitoriosos, IMACULADOS e IRREPREENSÍVEIS aguardando a Sua segunda vinda!

Espero que posso ter ajudado neste tempo que muito tem acusado os que busca a palavra de Deus para ser transformado no tempo de graça pelo poder do Evangelho de ser PERFECCIONISTA, querendo deixar na condição imperfeita até Jesus voltar!

“Porque darei ordens, e sacudirei a casa de Israel entre toda a nações, assim como se sacode trigo no crivo, TODOS o Pecadores do MEU POVO morrerão a espada, todos que dizem: O mal não nos encontrará.”Amos 9:9, 10

“Mas deixarei no meio de ti um povo Humilde e Pobre, que Confia no nome do Senhor. O Remanescente de Israel NÃO Cometerá INIQUIDADE, nem proferirá Mentira, nem em sua boca achará Lingua Enganosa…”
Sof.3:12, 13

Lázaro Oliveira

 

A lei de Deus — Norma do juízo

JULGAMENTO

Falai de tal maneira e de tal maneira procedei como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade. Tiago 2:12.

O primeiro anjo de Apocalipse 14 apela aos homens para que temam a Deus e Lhe dêem glória, e que O adorem como Criador dos céus e da Terra. Para fazerem isto, eles precisam obedecer a Sua lei. … Sem obediência aos Seus mandamentos, nenhuma adoração pode ser agradável a Deus, “porque este é o amor de Deus: que guardemos os Seus mandamentos”. 1 João 5:3.

Muitos mestres religiosos dizem que Cristo, através de Sua morte, nos libertou da lei; mas nem todos concordam com esta opinião. … A lei de Deus, por sua própria natureza, é imutável. É a revelação da vontade e caráter de seu Autor. Deus é amor, e Sua lei é amor. Seus dois grandes princípios são o amor a Deus e ao homem. “O cumprimento da lei é o amor”. Romanos 13:10. O caráter de Deus é justiça e verdade, e esta é também a natureza da Sua lei. O salmista diz: “A Tua lei é a própria verdade” (Salmos 119:142); “todos os Teus mandamentos são justiça”.Salmos 119:172. E o apóstolo Paulo declara: “A lei é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom.” Romanos 7:12. Uma tal lei, que é expressão da mente e vontade de Deus, precisa ser tão duradoura como o seu Autor.

E esta lei é a norma pela qual a vida e o caráter dos homens serão provados no juízo. Após indicar nosso dever de obedecer aos Seus mandamentos, Salomão acrescentou: “Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras”. Eclesiastes 12:14. O apóstolo Tiago exorta aos seus irmãos: “Falai de tal maneira e de tal maneira procedei como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade.” Tiago 2:12.

Jesus comparecerá no juízo como Advogado de Seu povo, para interceder em seu favor perante Deus. “Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo.” 1 João 2:1. “Porque Cristo não entrou em santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo Céu, para comparecer, agora, por nós, diante de Deus.” Hebreus 9:24. “Por isso, também pode salvar totalmente os que por Ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles.” Hebreus 7:25.

No juízo, todos os que verdadeiramente se arrependeram do pecado, e pela fé reivindicaram o sangue de Cristo como seu sacrifício expiatório, tiveram seus nomes perdoados nos livros do Céu; ao se tornarem participantes da justiça de Cristo, e seu caráter for encontrado em harmonia com a lei de Deus, seus pecados serão apagados, e os tais serão contados dignos da vida eterna. … Jesus disse: “O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do livro da vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de Meu Pai e diante dos Seus anjos.” Apocalipse 3:5. — The Southern Watchman, 10 de Outubro de 1905.Refletindo a Cristo, Página 54

Desperta povo de Deus !!!

A nudez dos laodiceanos

 

 

https://www.youtube.com/channel/UC5SkPunb0M8gnGxbMw7dv-Q

O que representa as vestes que foram alvejadas no sangue do Cordeiro?

O que representa a nudez dos laodiceanos?

Desperta povo de Deus!

O verdadeiro novo nascimento

Fly to sun

“Em verdade , e verdade te digo que quem não nascer de novo, não poderá ver o reino de Deus”

“Em verdade, em verdade, te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. João 3:3 e 5
Eis as palavras de Cristo para todos que pretendem fazer parte do reino de Deus! Devemos nascer da água e do “Espírito”
O Batismo pelas água é apenas um símbolo que a pessoa está participando da morte e ressurreição de Cristo. Quando se imerge nas águas, a morte do velho homem, participando da Morte de Cristo, e quando se levanta, levanta como uma nova criatura, que:
“que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade” Efésios 4:24
Assim o “Batismo deve ser, morte do velho homem, a morte para o pecado, e um novo nascimento em Cristo, em verdadeira Justiça e Santidade!
Quando isto se opera em “verdade em verdade”, há uma transformação de “Natureza”, da natureza do homem natural, que não é sujeita a lei de Deus Romanos 8:7 a natureza Divina, pois passamos ser participantes da Sua “Natureza Divina” 2Ped.1:4 escapando da corrupção, ou seja, do pecado submetendo a uma obediência natural a lei de Deus que não é natural ao velho homem!
E isto é o que é chamado do Batismo do Espírito Santo, pois onde o Espírito Santo habita, ocorrerá esta mudança, e:
“andaremos em liberdade” 2Coríntios 3:17
Não mais como escravo do pecado, pois:
“quem comete pecado é escravo do pecado” João 8:34
Teremos a mente de :
“O homem natural não compreende as coisas espirituais… Mas o que é espiritual discerne bem a tudo.. mas nós ( os nascido do Espírito) temos a mente de Cristo” 1Coríntios 2:14 a 16
E com tudo isto andaremos como:
“Assim como recebeste a Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nEle” Colossenses 2:6
E experimentaremos:
“..agradável e perfeita vontade de Deus” Romanos 12:2
Meus irmão, estamos nós vivendo esta experiência?
Talvez fomos batizados pelas águas e vivemos ainda separado de Cristo, do Espírito Santo, devido a falta de disponibilidade de sermos este novo homem por amar o pecado e querer acariciá-lo.
Vejas as palavras inspiradora através do apóstolo Paulo:
“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça aumente? DE MODO NENHUM. Nós que estamos Mortos para o Pecado, como viveremos ainda nele? Ou não sabeis todos quantos fomos BATIZADOS em Cristo Jesus fomos batizados em Sua morte? De sorte que fomos sepultados com Ele pelo Batismo de na morte, para que, como Cristo ressurgiu dentre os mortos, pela Glória do Pai, assim andemos nós também em Novidade de Vida. Romanos 6:1 a 4
Bom, é muito claro o que deve ser o batismo na Santa Bíblia, jamais seremos batizados em Cristo e andaremos em novidade de Vida, se não entregarmos para o morte, morte do eu, morte para o pecado. Pois é aquele que está morto, é que está justificado (perdoado) Romanos 6:7
Eis as palavras de João Batista para os que foram ter com ela para serem batizados sem querer esta mudança na vida, um novo nascimento:
“Produzi frutos dignos de arrependimento.”Mateus 3:8
“E não basta dizer que temos por pai a Abraão.. : 3:9 (ou seja, dizer sou da IASD ou de qualquer outra denominação)
“O Machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvores que não produzir bom frutos, será cortada e lançada ao fogo”3:10
Bom, meu desejo é que haja uma verdadeira conversão em nosso meio, que não fiquemos por de trás do nome de Cristo, mas que tenhamos como nosso Senhor, e “Senhor”, andando em novidade de vida, ter Sua mente, Seu Espírito, participarmos de Sua Natureza, sermos voluntários obedientes a Sua agradável e perfeita vontade!
Que busquemos o Batismo do Espírito Santo, mas não como a classe que João Batista a Chamou de raça de víboras, que queria ser batizadas mais sem se arrependerem e abandonar o seus pecados!
“Portanto”
“Não reine , portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscência (desejos carnais). Nem Tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade, Mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre os mortos, e os vossos membros a Deus como instrumentos de Justiça. Pois o pecado não terá DOMÍNIO sobre vós, porque não está debaixo da lei, mas debaixo da Graça.”
Romanos 6:12 a 14
(Isto é, se fomos realmente batizados verdadeiramente em Cristo Jesus, em Sua morte e ressurreição!)
Que Deus nos abençoe para que a morte e ressurreição de Cristo não seja.em vão em nossa vida!!

Lázaro Oliveira

 

 

Mensagem sobre S. João 8:32 Anísio

578464_402252676496994_1582712587_n[1]https://www.youtube.com/channel/UC5SkPunb0M8gnGxbMw7dv-Q

A procura de “Josués” e “Calebes”

Calebes 2O antigo Israel permitiu que o relato pessimista dos espias infiéis os desencorajassem em seguir com o propósito da conquista da terra prometida. Apenas dois espias, Josué e Cajebe confiaram que mesmo diante das dificuldades seria possível pelo poder de Deus vencer aquelas nações pagãs e tomar posse da terra prometida. Vejamos dois textos da serva do Senhor sobre o relato desses servos fiéis de Deus e a reação do povo.

“Ao ouvir o povo este relatório, deu vazão ao seu desapontamento, com amargas reprovações e lamentos. Não esperaram, nem refletiram ou arrazoaram que Deus, que os havia trazido até ali, podia certamente dar-lhes a terra. Cederam de uma vez ao desencorajamento. Limitaram o poder do Altíssimo e não confiaram em Deus, que até então os conduzira. Acusaram a Moisés e em murmuração disseram uns para os outros: isto, então, é o fim de todas as nossas esperanças. Esta é a terra, por cuja obtenção viajamos do Egito. Calebe e Josué procuraram ser ouvidos, porém o povo estava tão agitado que não podia dominar-se para prestar atenção a esses dois homens. Depois que se acalmaram um pouco, Calebe se aventurou a falar. Disse ao povo: “Subamos animosamente, e possuamo-la em herança: porque certamente prevaleceremos contra ela.” Núm. 13:30. Mas os homens que com ele subiram, disseram: “Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós.” Núm. 13:31. E continuaram a repetir seu mau relatório, e a declarar que todos os homens eram de grande estatura. “Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes: e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, assim também éramos aos seus olhos.” Núm. 13:33.” História da Redenção , p. 159

“Moisés e Arão caíram sobre seus rostos diante do Senhor, na presença de toda congregação, para implorar a misericórdia de Deus em favor do povo rebelde. Mas sua tristeza e pesar eram demasiado grandes para serem expressos. Permaneceram prostrados em completo silêncio. Calebe e Josué rasgaram suas vestes como expressão da mais profunda tristeza. “E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muito boa. Se o Senhor Se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará: terra que mana leite e mel. Tão-somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo desta terra, porquanto são eles nosso pão: retirou-se deles o Seu amparo, e o Senhor é conosco; não os temais.” Núm. 14:7-9.” História da Redenção , p. 161

Opositores de Josué e Calebe

Os espias infiéis, descrentes no poder de Deus, agiam de forma satânica, ”Estavam resolvidos a frustrar todo o esforço para se apossarem de Canaã. Torciam a verdade a fim de sustentar sua influência nociva.” “Torciam a verdade a fim de sustentar sua influência nociva.”

“Estes homens, tendo enveredado por um mau caminho, insistentemente se puseram contra Calebe e Josué, contra Moisés, e contra Deus. Cada passo para frente os tornava mais decididos. Estavam resolvidos a frustrar todo o esforço para se apossarem de Canaã. Torciam a verdade a fim de sustentar sua influência nociva. “É terra que consome seus moradores”, (Núm. 13:32) disseram eles. Isto era não somente uma notícia ruim, mas também mentirosa. Era incoerente. Os espias tinham declarado ser o país frutífero e próspero, e o povo de estatura gigantesca, coisas estas que seriam impossíveis se o clima fosse tão insalubre que se pudesse dizer da terra que consumia os habitantes. Mas quando os homens entregam o coração à incredulidade, colocam-se sob o domínio de Satanás, e ninguém poderá dizer até aonde ele os levará.” Patriarcas e Profetas p. 389

“Retirou-se deles o Seu amparo.” Núm. 14:9. Isto é, os cananeus tinham enchido a medida de sua iniqüidade, a divina proteção foi retirada deles, e eles se sentiam perfeitamente seguros e estavam despreparados para a batalha; e, pelo concerto de Deus, a terra nos está assegurada. Em vez de estas palavras produzirem o efeito desejado sobre o povo, elas incrementaram sua obstinada rebelião. Ficaram irados e clamaram alto e em fúria que Calebe e Josué deviam ser apedrejados; Em isso teria sido feito, não tivesse o Senhor Se interposto mediante uma mui assinalada exibição de Sua terrível glória no tabernáculo da congregação, diante de todos os filhos de Israel.” História da Redenção , p. 161

Josués e Calebes do nosso tempo

Hoje também o “Israel de Deus” se encontra diante de grandes desafios, a história se repete, novamente encontramos muitos agindo como agiram os espias infiéis, encontramos pessoas com “relatos pessimistas,” agindo assim também desencorajam o povo de Deus a buscarem as vitórias sobre os desafios que precisam ser vencidos para enfim que possamos tomar posse da terra prometida. Quero ter a fé de Josué e Calebe, tenho orado para que o Senhor aumente minha fé, para que então confiante no poder de Deus, também possa acreditar que todos os desafios podem ser vencidos, que as bênçãos prometidas pelo Senhor podem ser alcançadas. Em nossos dias é fácil encontrar pessoas com “relatórios pessimistas.” O que queremos mesmo é encontrar os Josués e Calebes de hoje, servos de Deus que acreditem no poder de Deus para nos libertar da escravidão do pecado, que estejam dispostos a buscar e alcançar as vitórias que o Senhor nos prometeu, para que o povo de Deus possa então finalmente, tomar posse da “Canaã celestial.”

É quando o incrédulo lança desprezo sobre a Palavra de Deus que os fiéis Calebes são chamados. É então que eles permanecerão firmes no posto do dever, sem ostentação e sem se desviarem por causa do vitupério. Os espias incrédulos estavam prontos a destruir Calebe. Ele viu as pedras nas mãos daqueles que haviam levado um relatório falso, mas isto não o deteve; tinha uma mensagem, e havia de comunicá-la. O mesmo espírito será manifesto hoje por aqueles que são fiéis a Deus.” Mensagens Escolhidas, vol. 2, p. 369.

“Enquanto os duvidosos falam de impossibilidades, enquanto tremem ao pensamento de muros fortificados e gigantes de grande estatura, os fiéis Calebes, aqueles que têm “outro espírito”, venham para a frente. A verdade de Deus, que produz salvação, chegará ao povo, se pastores e professos crentes não lhe embaraçarem o caminho,como fizeram os espias infiéis.” Cuidado de Deus, MM 1995, p. 205

 

A serva do Senhor atuando como Josué e Calebe

A serva do Senhor agia como agiu Josué e Calebe e por isso também sentiu que encontraria oposição por parte dos “espias infiéis” do Israel de Deus de seu tempo.

“Os queridos santos têm de passar através de muitas provas. Mas a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação – enquanto não olhamos para as coisas visíveis, pois as coisas visíveis são temporais, mas as invisíveis são eternas. Tenho procurado apresentar um bom relatório e algumas uvas da Canaã Celestial, pelo qual muitos me apedrejariam, da mesma forma como a congregação desejou apedrejar Calebe e Josué por seu relatório. (Núm. 14:10.) Mas eu vos declaro, meus irmãos e irmãs no Senhor, que esta é uma terra muito boa, e devemos subir para possuí-la.” Primeiros Escritos, p. 14

“Meus irmãos, estamos vivendo no mais solene período da história da Terra. Nunca é hora de pecar; é sempre perigoso continuar em transgressão, mas isto é verdade de maneira especial no presente. Estamos agora no próprio limiar do mundo eterno e na mais solene relação para com o tempo e a eternidade que nunca antes. Examine agora cada um o próprio coração e suplique que os raios do Sol da Justiça expulsem todas as trevas espirituais e purifiquem da corrupção. “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” I João 1:9. Pela fé, independente do sentimento, Jesus, o autor de nossa salvação, e consumador de nossa fé, pela Sua preciosa graça fortalecerá as faculdades morais, e os pecadores poderão considerar-se “mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor”.Testemunho para Ministros, p. 147

“Durante meses, porém, minha alma tem passado por intensa agonia por causa dos que aceitaram os sofismas de Satanás e estão comunicando os mesmos a outros, fazendo de várias maneiras toda interpretação imaginável para destruir a confiança na mensagem do evangelho para esta última geração, e na obra especial que Deus me deu para fazer. Sei que o Senhor me deu esta obra, e não tenho de apresentar desculpas pelo que realizei.” Mensagens Escolhidas v. 3 p.72

O que fazem os espias fiéis do presente

Hoje o grande desafio a ser enfrentado e vencido é nossa escravidão do pecado, alcançar a plena libertação do pecado. Novamente se faz necessário a manifestação de “Josués“ e “Calebes” que acreditem no poder de Deus para que nosso povo busque no Senhor esse poder para que a plena libertação do pecado seja uma realidade. Isso acontecerá na vida daqueles que viverem realmente com Jesus reinando no coração. Josués e Calebes de hoje sãos os servos de Deus que exaltam a norma da lei e acreditam que essa norma pode ser alcançada pelo poder de Deus. O remanescente do povo de Deus serão aqueles que buscarão no Senhor poder para que essa norma da lei seja alcançada. A última geração de salvos exortada pelos Josués e Calebes de seu tempo tornará essa experiência de plena libertação do pecado pelo poder de Deus uma realidade, assim iluminarão a Terra refletindo o caráter de Cristo, estarão prontos para a volta do Senhor. Alcançando essa plena libertação do pecado estarão abreviando a volta de Jesus e o fim desse mundo de tanto sofrimento.

“Desde o princípio tem Deus operado por Seu Espírito Santo, mediante agentes humanos, para a realização de Seu propósito em benefício da raça caída. Isto se manifestou na vida dos patriarcas. À igreja no deserto, no tempo de Moisés, também deu Deus Seu “bom Espírito, para os ensinar”. Nee. 9:20. E nos dias dos apóstolos Ele atuou poderosamente por Sua igreja através do Espírito Santo. O mesmo poder que susteve os patriarcas, que a Calebe e Josué deu fé e coragem, e eficiência à obra da igreja apostólica, tem sustido os fiéis filhos de Deus nos séculos sucessivos. Foi mediante o poder do Espírito Santo que na idade escura os cristãos valdenses ajudaram a preparar o caminho para a Reforma. Foi o mesmo poder que deu êxito aos esforços de nobres homens e mulheres que abriram o caminho para o estabelecimento das modernas missões, e para a tradução da Bíblia para as línguas e dialetos de todas as nações e povos.E ainda hoje Deus está usando Sua igreja para tornar conhecido Seu propósito na Terra. Hoje os arautos da cruz vão de cidade em cidade e de terra em terra, preparando o caminho para o segundo advento de Cristo. A norma da lei de Deus está sendo exaltada. O Espírito do Onipotente está movendo o coração dos homens, e os que respondem a esta influência tornam-se testemunhas de Deus e Sua verdade. Em muitos lugares podem ser vistos homens e mulheres consagrados comunicando a outros a luz que lhes iluminou o caminho da salvação mediante Cristo. E enquanto deixam sua luz brilhar, como fizeram os que foram batizados com o Espírito no dia do Pentecoste, recebem mais e mais do poder do Espírito. Assim é a Terra iluminada com a glória de Deus.” Atos dos Apóstolos, p. 53-54

Não repetir o erro dos infiéis espias

Infelizmente é exatamente isso que muitos estão fazendo, não acreditando na possibilidade da plena libertação do pecado, essas pessoas estão negligenciando o poder que o Senhor disponibilizou para que essa libertação se torne uma realidade em tempo oportuno, antes que seja tarde demais. Infelizmente vemos a história ser repetida, esses descrentes além de não acreditarem, fazem questão de divulgar sua descrença e combater as mensagens e mensageiros que exaltam o poder de Deus e que estão divulgando a possibilidade da plena libertação do pecado. Estamos ainda presos a este mundo que causa tanto sofrimento porque estamos negligenciando e subestimando o poder de Deus para nos preparar para a volta de Jesus. Estamos ainda caminhando nesse “deserto” porque estamos dando ouvidos a esses “espias infiéis.” Vamos orar irmãos, pedir que o Senhor aumente nossa fé para que sejamos hoje como Josué e Calebe. Novamente queremos destacar que a última geração será composta por servos de Deus que confiaram e buscaram no Senhor a plena libertação do pecado antes do fechamento da porta da graça. Que o Senhor nos ajude para que essa última geração seja a nossa geração. Deus seja louvado!

Agora, quando nos encontramos no limiar da Terra Prometida, que ninguém repita o pecado dos infiéis espias.”

“Enquanto o povo acariciava dúvidas e acreditava nos infiéis espias, passava de Israel a sua oportunidade áurea.”

“Nossa falta de fé é a razão de não termos presenciado mais do poder de Deus.”

“Precisamos orar, mais do que nunca, pelo batismo do Espírito Santo, pois se jamais houve um tempo em que precisamos desse batismo, é agora.”

“Vós, igrejas do Deus vivo, estudai esta promessa, e meditai em como a vossa falta de fé, de espiritualidade, de divino poder, está impedindo a vinda do reino de Deus.”

Agora, quando nos encontramos no limiar da Terra Prometida, que ninguém repita o pecado dos infiéis espias. […] Fizeram com que parecesse loucura e presunção pensar em subir para possuir a terra. Assim, fermentaram toda a congregação com sua incredulidade. […] Enquanto o povo acariciava dúvidas e acreditava nos infiéis espias, passava de Israel a sua oportunidade áurea. Os habitantes da terra foram despertados para lhes opor uma decidida resistência, e a obra que o Senhor havia preparado para manifestar Sua grandeza e favor ao Seu povo, não pôde ser realizada por causa de sua ímpia incredulidade e rebelião.” Cristo Triunfante, MM 2002, p.122

“Nossa falta de fé é a razão de não termos presenciado mais do poder de Deus. Exercemos mais fé em nossas obras do que nas que Deus realiza por nós. Deus determina que se faça o possível para estarmos aptos a permanecer coração a coração, mente a mente, ombro a ombro. Esta falta de amor e confiança de uns para com os outros enfraquece nossa fé em Deus. Precisamos orar, mais do que nunca, pelo batismo do Espírito Santo, pois se jamais houve um tempo em que precisamos desse batismo, é agora. Não há nada que o Senhor nos tem falado com mais freqüência do que de Seu desejo em nos conceder esse batismo, e nada poderia glorificar mais a Seu nome do que essa concessão. Quando partilharmos esse Espírito, homens e mulheres nascerão de novo.[ …] Pessoas outrora perdidas serão achadas e trazidas de volta. Carta 105, 1898.” Cuidado de Deus, MM 1995 p. 315

“Por meio do profeta Isaías, é feita a promessa: “A tua justiça irá adiante da tua face, e a glória do Senhor será a tua retaguarda.” Isa. 58:8. A justiça de Cristo é que vai adiante de nós, e esta é a glória do Senhor que deve ser a nossa retaguarda. Vós, igrejas do Deus vivo, estudai esta promessa, e meditai em como a vossa falta de fé, de espiritualidade, de divino poder, está impedindo a vinda do reino de Deus. Se vos empenhásseis no trabalho de Cristo, os anjos de Deus iriam adiante de vós, preparando corações para receberem o evangelho. Se cada um de vós fosse um missionário vivo, a mensagem para este tempo seria celeremente proclamada em todos os países, a cada povo, e nação, e língua. Este é o trabalho que precisa ser feito antes que Cristo venha com poder e grande glória. Convido a igreja a orar ferventemente para que reconheçais as vossas responsabilidades. Sois vós individualmente coobreiros de Deus? Se não, por que não? Quando pensais fazer a parte que vos foi designada pelo Céu?” Testemunho Seletos v.3 p. 71

A igreja Adventista do 7º Dia é a última igreja da profecia, “coluna e baluarte da verdade,” não haverá outra, não concordamos com qualquer grupo dissidente ou separatista. Queremos sim é encontrar dentro da nossa igreja pessoas que acreditem no poder de Deus para nos libertar da escravidão do pecado antes do fechamento da porta da graça. Queremos encontrar os Josués e Calebes do nosso tempo, queremos promover um movimento de despertamento do nosso povo que possa abreviar a volta de Jesus e o fim desse mundo de tanto sofrimento. É verdade que encontraremos uma forte oposição por parte dos “espias infiéis,” seremos chamados de perfeccionistas, fanáticos e outras coisas mais, mas acreditamos ser uma causa nobre lutar pelo fim desse mundo. Que o Senhor nos ajude!

O que está impedido que tomemos posse da Canaã celestial!

“Por quarenta anos a incredulidade, murmurações e rebelião excluíram o antigo Israel da terra de Canaã. Os mesmos pecados têm retardado a entrada do moderno Israel na Canaã celeste. Em nenhum dos casos as promessas de Deus estiveram em falta. É a incredulidade, o mundanismo, a falta de consagração e a contenda entre o professo povo do Senhor que nos têm conservado neste mundo de pecado e dor por tantos anos”. Mensagens Escolhidas, vol. 1, p. 67

Desperta povo de Deus!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.