Perfeito em cada fase

planeta-vegetariano-planta-dor“A germinação da semente representa o início da vida espiritual, e o desenvolvimento da planta é uma bela figura do crescimento cristão. Como ocorre na natureza, assim é na graça; não pode haver vida sem crescimento. A planta precisa crescer ou morrer. Como seu crescimento é silencioso e imperceptível, mas constante, assim é o desenvolvimento da vida cristã. Nossa vida pode ser perfeita em cada fase de desenvolvimento; contudo haverá progresso contínuo, se o propósito de Deus se cumprir em nós. A santificação é obra de toda uma vida. Multiplicando-se as oportunidades, ampliar-se-á nossa experiência e crescerá nosso conhecimento. Tornar-nos-emos fortes para assumir as responsabilidades, e nossa maturidade será proporcional aos nossos privilégios.” Parábolas de Jesus, págs. 63, 65-67; Maravilhosa Graça pág. 281

Algumas pessoas explicam este texto estabelecendo um paralelo entre o desenvolvimento físico de uma pessoa com seu desenvolvimento espiritual.

Partindo deste pressuposto, uma criança recém nascida não tem dentes, não anda, no entanto ela é perfeita. Essa criança passará por fases de desenvolvimento nos quais mesmo tendo alguma coisa para ser desenvolvida ela será considerada perfeita levando em consideração a sua idade. A perfeição absoluta será atingida somente quando essa criança atingir a fase adulta onde então ela terá atingido o pleno desenvolvimento do seu aspecto físico. Fica bem evidente que o fator tempo é essencial para o desenvolvimento físico. É impossível para uma criança chegar na fase adulta sem que ela passe pelos anos necessários para ela atingir o pleno desenvolvimento.

Agora eu pergunto:

Será que no plano espiritual o fator tempo também é essencial? Será impossível para uma pessoa atingir a perfeição, a fase “adulta” no plano espiritual sem o fator tempo?

Vamos imaginar a seguinte situação:

Um indivíduo se entrega a Deus, nesse momento ele tem um caráter defeituoso, ainda não aperfeiçoado, uma vida cheia de pecados. O Senhor o aceita e diz: “Tudo bem meu filho, eu te aceito. Mas agora eu preciso de alguns anos, mais ou menos uns dezoito anos. Antes impossível. Durante esse tempo você passará por fases de desenvolvimento até atingir a fase adulta, a perfeição de caráter.”

Isso não lhe parece ridículo?

Será que existem mesmo algumas fases de desenvolvimento do homem nas quais o Senhor o considera perfeito, preparado para a salvação, mesmo que ele ainda tenha algum defeito de caráter não corrigido?

Vamos supor que alguém dê a seguinte resposta: “Sim, essas fases existem e a pessoa que estiver nela é considerada perfeita por Deus, poderá ser salva mesmo que ainda tenha algum defeito de caráter.”

Suponhamos então que uma pessoa morresse em uma dessas fases de desenvolvimento. Essa pessoa morreu tendo ainda algum defeito de caráter, tendo mesmo que um pequeno pecado não vencido, não abandonado. 

Podemos afirmar que essa pessoa não pode ser salva e que aqueles que afirmam o contrário estão completamente enganados.

“A promessa do Salvador é dada sob condição. “Se Me amardes”, diz, “guardareis os Meus mandamentos.” João 14:15. Ele salva os homens, não em pecado, mas do pecado; e os que O amam manifestarão seu amor pela obediência.” Ellen G. White, DTN, pág. 668

“Nossos Traços de Caráter não se Alterarão. Se quereis ser santos no Céu precisais ser primeiro santos na Terra. Os traços de caráter que acalentais na vida não serão modificados pela morte ou pela ressurreição. Saireis da sepultura com a mesma disposição que manifestastes em vosso lar e na sociedade. Jesus não altera o caráter em Sua vinda. A obra de transformação tem de ser efetuada agora. Nossa vida diária está determinando o nosso destino. Precisamos arrepender-nos dos defeitos de caráter, vencê-los pela graça de Cristo e formar um caráter simétrico neste período de prova, a fim de que sejamos habilitados para as mansões lá do alto. Manuscript Releases, vol. 13, pág. 82.” Eventos Finais pág. 295

Considerar que uma pessoa possa ser salva mesmo tendo morrido em uma destas fases de desenvolvimento, com essa “perfeição ainda com defeitos”, é ignorar esses dois últimos textos do Espírito de profecia. É afirmar que o Senhor salvará essa pessoa mesmo estando ela ainda “em pecado,” com algum pecado, mas vimos que o Senhor salva os homens do pecado não em pecado. 

Se existisse a possibilidade do Senhor salvar alguém que morreu em uma dessas fases de desenvolvimento ainda tendo algum defeito de caráter, Ele teria para isso que mudar o caráter dessa tal pessoa na ressurreição ou na volta de Jesus. Vimos, no entanto, que a serva do Senhor afirmou de uma forma muito clara que isso não acontecerá.

Sendo que o caráter não será mudado nem na ressurreição nem na volta de Jesus eu tenho que aceitar a realidade de que, quem morreu com defeitos de caráter perdeu a salvação, a menos que eu pense na possibilidade absurda do Senhor levar para o céu alguém com defeito de caráter.

Eu não posso estabelecer um paralelo entre o desenvolvimento espiritual e o desenvolvimento físico. No desenvolvimento espiritual, o nosso maravilhoso Deus não precisa de tempo para nos transformar. Ele pode e deseja nos transformar agora.

“Em alguns casos de cura, Jesus não concedeu imediatamente a bênção buscada. No caso da lepra, todavia, tão depressa foi feito o apelo, seguiu-se a promessa. Quando pedimos bênçãos terrestres, a resposta a nossa oração talvez seja retardada, ou Deus nos dê outra coisa que não aquilo que pedimos; não assim, porém, quando pedimos livramento do pecado. É Sua vontade limpar-nos dele, tornar-nos Seus filhos, e habilitar-nos a viver uma vida santa.” DTN, pág.266

É verdade que o aperfeiçoamento de caráter normalmente leva muito tempo, mas isso acontece devido nossa negligência e desinteresse em buscar a transformação do nosso caráter e não porque o Senhor não queira ou não tenha poder para nos transformar o quanto antes.

“A santificação não é uma obra instantânea, mas progressiva, assim como a obediência é contínua. Enquanto Satanás nos importunar com suas tentações, a batalha pela vitória sobre o próprio eu terá de ser travada reiteradas vezes; mas pela obediência, a verdade santificará a alma. Os que são leais à verdade irão, pelos méritos de Cristo, vencer toda debilidade de caráter que tem feito com que sejam moldados por toda e multiforme circunstância da vida.” Ellen G. White, Fé e Obras pág. 85

“A santificação é obra, não de um dia ou um ano, mas de toda uma vida. A luta pela conquista do próprio eu, da santidade e do Céu, é luta vitalícia. … A santificação de Paulo foi resultado de um constante conflito consigo mesmo. Disse ele: “Cada dia morro.” I Cor. 15:31. … É pelo esforço incessante que mantemos a vitória sobre as tentações de Satanás. A integridade cristã tem de ser buscada com irresistível energia, e mantida com resoluta firmeza de propósito.” Review and Herald, 15 de outubro de 1908.(Ellen G. White, Nos Lugares Celestiais, pág. 26)

É também verdade que aqueles que atingirem a perfeição de caráter continuarão no processo de santificação porque como vimos nos dois últimos textos à santificação é uma obra “progressiva”, é uma obra de “toda uma vida”. Agora a sua santificação consistirá em estar se separando ou recusando todas as propostas do inimigo para pecar. Estarão continuamente enquanto estiverem nesse mundo se separando das coisas que não fazem parte  do reino de Deus.

A integridade cristã deve ser “buscada” e “mantida”. A santificação daqueles que tem um caráter perfeito será a obra de manter a integridade cristã.

Como ocorre na natureza, assim é na graça; não pode haver vida sem crescimento. […] Nossa vida pode ser perfeita em cada fase de desenvolvimento; contudo haverá progresso contínuo, se o propósito de Deus se cumprir em nós. A santificação é obra de toda uma vida.” Ellen G. White, Maravilhosa Graça, pág. 281

Como entender esse texto? Mesmo aqueles que possuírem no poder de Deus um caráter perfeito continuarão tendo um crescimento constante. Como entender esse crescimento?

Aqueles que tendo obtido no Senhor um caráter perfeito serão submetidos a provas constantes enquanto estiverem nesse mundo repleto de pecado. A cada prova vencida, a cada fase ou etapa vencida, estes  servos de Deus sairão mais fortalecidos, mais mansos, mais pacientes, mais confiantes no poder de Deus, mais amorosos ao nosso Deus e ao próximo, mais sábios. É neste sentido que os possuidores de perfeição moral continuarão sendo perfeitos em cada fase e com crescimento constante.

O crescimento de uma planta é sim uma boa maneira para entendermos o crescimento e desenvolvimento de um caráter que já é perfeito. Uma planta é perfeita em cada fase de seu desenvolvimento, mas após cada fase ela se torna maior, mais forte, mais bonita. Esse é o motivo da serva do Senhor afirmar:

“A germinação da semente representa o início da vida espiritual, e o desenvolvimento da planta é uma bela figura do crescimento cristão. Como ocorre na natureza, assim é na graça; não pode haver vida sem crescimento.” Parábolas de Jesus, págs. 63, 65-67; Maravilhosa Graça, pág. 281

Para finalizar gostaria que os irmãos analisassem mais esse argumento:

Imagina-se que uma pessoa realmente precise de anos ou a vida inteira para o aperfeiçoamento do caráter e ser libertada da escravidão do pecado. Esta pessoa se justifica alegando ainda não ter tido tempo suficiente para essa transformação. Não seria esta uma boa desculpa para pecar?

 Mas a serva do Senhor é muito clara ao afirmar: “Não há desculpas para pecar. Uma santa disposição, uma vida cristã, são acessíveis a todo filho de Deus, arrependido e crente. O ideal do caráter cristão, é a semelhança com Cristo. Como o Filho do homem foi perfeito em Sua vida, assim devem Seus seguidores ser perfeitos na sua.” DTN, pág.312

A nossa incredulidade impede que o Senhor faça esta obra maravilhosa em nossa vida. Vamos orar mais irmãos, pedir ao Senhor que aumente nossa fé, vamos parar de arrumar desculpas para o pecado. O Senhor deseja e pode nos dar, antes que seja tarde de mais, a perfeição de caráter, nos livrando completamente do pecado. Que o nosso Senhor seja louvado!

“Deus requer perfeição moral em todos. Os que receberam luz e oportunidades devem, como mordomos de Deus, aspirar à perfeição, e nunca, nunca baixar a norma de justiça a fim de acomodar tendências herdadas e cultivadas para o mal. Cristo tomou sobre Si nossa natureza humana e viveu nossa vida, para mostrar-nos que podemos ser semelhantes a Ele participando da natureza divina.”  Carta 9, 1899. Este Dia Com Deus pág. 30

“Quando Deus deu Seu Filho ao mundo, tornou possível a homens e mulheres serem perfeitos mediante o uso de toda capacidade do seu ser para glória de Deus. Em Cristo deu-lhes as riquezas de Sua graça, e o conhecimento de Sua vontade. Ao esvaziarem-se do eu e aprenderem a andar em humildade, buscando orientação de Deus, os homens estariam capacitados a cumprir o elevado propósito de Deus para eles.” Review and Herald, 22 de abril de 1909. Cuidado De Deus MM 1995, pág. 246

“O ideal de Deus para Seus filhos é mais alto do que pode alcançar o pensamento humano. “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos Céus.” Mat. 5:48. Este mandamento é uma promessa. O plano da redenção visa ao nosso completo libertamento do poder de Satanás. Cristo separa sempre do pecado a alma contrita. Veio para destruir as obras do diabo, e tomou providências para que o Espírito Santo fosse comunicado a toda alma arrependida, para guardá-la de pecar.” DTN, pág. 311

“O homem caiu. A imagem de Deus nele se acha deformada. Por causa da desobediência ele se tornou depravado em suas inclinações e debilitado em suas faculdades, aparentemente incapaz de esperar qualquer outra coisa além de tribulação e castigo. Mas Deus, por intermédio de Cristo, planejou um escape, e diz a todos: “Portanto, sede vós perfeitos.” Mat. 5:48. O Seu propósito é que o homem seja correto e digno diante dEle, e assim o Seu plano não será frustrado. Ele enviou o Seu Filho a este mundo a fim de pagar a penalidade do pecado, e mostrar ao homem como viver uma vida sem pecado.” Signs of the Times, 30 de março de 1904. Cuidado De Deus MM 1995,pág. 320

Deus quer nos dar perfeição de caráter, perfeição moral, nos livrando da escravidão do pecado para que estejamos realmente preparados para a volta de Jesus. Que o nosso maravilhoso Deus seja louvado!!!

“O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo.” 1° Tess. 5:23

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: