Salvos pela graça não pelas obras

SALVAO~1Não é raro vermos as pessoas que acreditam ser possível para o homem pelo poder de Deus ficar livre da escravidão do pecado, serem acusadas de estarem ensinando salvação pelas obras ou a possibilidade do homem atingir alguma condição na qual não precise mais de Jesus.

Este artigo tem como objetivo deixar muito claro que não pregamos salvação pelas obras e muito menos que o homem de alguma forma em algum tempo não precisará mais de Jesus. Somos salvos unicamente pela graça e sempre precisaremos de Jesus. O homem nunca atingirá algum estágio no qual ele não precise mais de Jesus.

“E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.”  Mateus 1:21

Somos salvos por Jesus o que precisamos compreender é que Jesus nos salva dos nossos pecados. É neste detalhe que temos dificuldade de entender e aceitar. Parece que  quereremos a salvação apenas das consequências dos pecados e não dos próprios pecados. Na verdade nos acomodamos no pecado. Gostamos do pecado. Mas pecado nos prende e nos escraviza.

Quanto ao ímpio, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido.” Provérbios 5:22

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado.” João 8:34

Em Jesus podemos ter a libertação: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32

  • Salvação pela graça

“Sendo justificados gratuitamente pela Sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus, ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no Seu sangue, para demonstrar a Sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus; para demonstração da Sua justiça neste tempo presente, para que Ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.” Rom. 3:24-26.

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus.” Efés. 2:8 

  • Como a graça atua na vida do homem.

Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.” Tito 2:11-14

A graça de Deus se manifesta na vida do homem o renovando. Faz com que ele passe a viver livre do pecado. Assim o Senhor purifica para Si um povo “zeloso de boas obras.” 

As obras não são um meio de salvação, mas sim o resultado da salvação. O homem salvo pela graça, salvo por Jesus terá em sua vida obras que são o resultado da atuação do Senhor Espírito Santo na vida:

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” Gálatas 5:22

  • Participantes da natureza divina.

Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.”  2 Pedro 1:3-4

 Quando o homem mediante o poder de Deus se torna participante da natureza divina ele é libertado “da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.”

Lembrando que essa liberdade só será mantida enquanto esse homem estiver com Jesus, vivendo completamente ao lado dEle. Porque Jesus nos disse: “Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”  João 15:5

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.” 1 João 1:8

“Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” 1 João 1:10

Em 1João 1:8 e 1 João 1:10 vemos a condição de pecadores que devemos reconhecer para termos uma compreensão clara do quanto necessitamos de Cristo para nossa salvação.

Os próximos textos nos revelam o tipo de vida daqueles que realmente estão ao lado de Jesus:

  • “Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu.” 1 João 3:6
  • “Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.” 1 João 3:9
  •  “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes,  Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o maligno não lhe toca.” 1 João 5:18
  • “Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” 1 João 2:4

Devemos compreender que 1 João 2:4 não tem aplicação apenas para aqueles que esqueceram do mandamento do sábado.

Convido meus irmãos para lerem nos próximos textos escritos pela serva do Senhor, Ellen G. White, onde vemos a graça de Deus salvando homens pecadores, transformando-os em fiéis servos de Deus, homens livres da escravidão do pecado. Deus seja para sempre louvado!

“Conquanto tenhamos de estar em harmonia com a lei de Deus, não somos salvos pelas obras da lei; contudo, não podemos ser salvos sem obediência. A lei é a norma pela qual é avaliada o caráter. Mas não podemos absolutamente guardar os mandamentos de Deus sem a graça regeneradora de Cristo. Só Jesus pode purificar-nos de todo pecado. Ele não nos salva pela lei, nem nos salvará na desobediência à lei.” Fé e Obras, pág. 95

“Jovens amigos, estais destinados ao juízo, e pela graça de Cristo podeis prestar obediência aos mandamentos de Deus, e adquirir a cada dia fortaleza e resistência de caráter, de modo que não necessitais falhar ou desanimar-vos. A graça divina foi abundantemente provida para cada pecador, de modo que cada um se possa empenhar no conflito e sair vitorioso. Não vos torneis indolentes; não vos lisonjeeis de que podereis ser salvos andando segundo os traços naturais de vosso caráter – que podereis ir conforme a corrente do mundo, e condescender com o próprio eu e agradar-lhe, e todavia ser capazes de resistir às forças do mal em tempo de crise, e sair vitoriosos no aceso da luta. … Precisais aprender cada dia a obedecer às ordens do Comandante dos exércitos do Senhor. The Youth’s Instructor, 7 de novembro de 1895. Nossa Alta Vocação, pág. 74

 

“A chamada fé em Cristo que professa desobrigar os homens da obediência a Deus, não é fé, mas presunção. “Pela graça sois salvos, por meio da fé.” Efés. 2:8. Mas “a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma”. Tia. 2:17. Jesus disse de Si mesmo, antes de descer à Terra: “Deleito-Me em fazer a Tua vontade, ó Deus Meu; sim, a Tua lei está dentro do Meu coração.” Sal. 40:8. E justamente antes de ascender para o Céu, declarou: “Tenho guardado os mandamentos de Meu Pai e permaneço no Seu amor.” João 15:10. Diz a Escritura: “Nisto sabemos que O conhecemos: se guardarmos os Seus mandamentos. Aquele que diz que está nEle também deve andar como Ele andou.” I João 2:3 e 6. “Pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as Suas pisadas.” I Ped. 2:21. A condição de vida eterna é hoje justamente a mesma que sempre foi – exatamente a mesma que foi no paraíso, antes da queda de nossos primeiros pais – perfeita obediência à lei de Deus, perfeita justiça. Se a vida eterna fosse concedida sob qualquer condição inferior a essa, correria perigo a felicidade do Universo todo. Estaria aberto o caminho para que o pecado, com todo o seu cortejo de infortúnios e misérias, se imortalizasse.” Caminho a Cristo, pág. 62-63

“Graça é favor imerecido, e o crente é justificado sem qualquer mérito seu próprio, sem nenhum direito a alegar a Deus. É ele justificado pela redenção que há em Cristo Jesus, que está nas cortes do Céu como substituto e penhor do pecador. Mas, conquanto seja justificado por virtude dos méritos de Cristo, não é ele livre para praticar a injustiça. A fé opera por amor e purifica a alma. A fé desabrocha e floresce e traz uma colheita de fruto precioso. Onde há fé, aparecem as boas obras. Os doentes são visitados, cuidados os pobres, não se negligenciam os órfãos e as viúvas, são vestidos os desnudos, alimentados os pobres. Cristo andou fazendo o bem, e quando homens a Ele se unem, amam os filhos de Deus, e a mansidão e a verdade lhes guiam os passos. A expressão do semblante revela sua experiência, e os homens os conhecem como os que estiveram com Jesus e dEle aprenderam. Cristo e o crente tornam-se um, e Sua formosura de caráter se revela naqueles que se acham vitalmente ligados com a Fonte de poder e amor. Cristo é o grande depositário da justificadora justiça e da graça santificante.” Mensagens Escolhidas vol. 1 pág. 398

“A graça de Cristo e a lei de Deus são inseparáveis. Em Jesus a misericórdia e a verdade se encontraram, a justiça e a paz se beijaram. Em Sua vida e caráter Ele não só revela o caráter de Deus, mas a possibilidade do homem. Era Ele o representante de Deus e o exemplo da humanidade. Apresentou ao mundo o que a humanidade poderia tornar-se quando, pela fé, unida à divindade. O Filho unigênito de Deus tomou sobre Si a natureza do homem, plantando Sua cruz entre a Terra e o Céu. Pela cruz o homem foi atraído para Deus, e Deus para o homem. A justiça transferiu-se de sua elevada e respeitável posição, e as cortes celestiais, os exércitos da santidade, achegaram-se à cruz, prostrando-se com reverência; pois junto da cruz foi satisfeita a justiça. Pela cruz o pecador foi atraído para fora da fortaleza do pecado, da confederação do mal, e a cada nova aproximação da cruz seu coração se abranda e em penitência ele brada: “Foram meus pecados que crucificaram o Filho de Deus.” Junto da cruz abandona ele seus pecados, e pela graça de Cristo transforma-se o seu caráter. O Redentor ergue do pó o transgressor e coloca-o sob a guia do Espírito Santo. Ao contemplar o Redentor, encontra o pecador esperança, certeza e alegria. A fé apega-se amorosamente a Cristo. A fé opera pelo amor e purifica a alma.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 349

O Senhor deu Seu Filho unigênito para resgatar-nos do pecado. Somos feitura dEle, somos Seus representantes no mundo, e Ele espera que revelemos o verdadeiro valor do homem por nossa pureza de vida e pelos fervorosos esforços para recuperar a pérola de grande valor. Nosso caráter deve ser moldado de acordo com a semelhança divina e reformado pela fé que atua por amor e purifica o coração. A graça de Deus embelezará, enobrecerá e santificará o caráter. O servo do Senhor que trabalha inteligentemente será bem-sucedido. Nosso Salvador disse: Ele fará maiores obras do que estas; “porque Eu vou para junto do Pai.” João 14:12. EXALTAI-O pág. 48

“As condições do “velho concerto” eram: Obedece e vive – “cumprindo-os [estatutos e juízos] o homem, viverá por eles” (Ezeq. 20:11; Lev. 18:5); mas “maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei”. Deut. 27:26. O “novo concerto” foi estabelecido com melhores promessas: promessas do perdão dos pecados, e da graça de Deus para renovar o coração, e levá-lo à harmonia com os princípios da lei de Deus. “Este é o concerto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a Minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração. … Porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais Me lembrarei dos seus pecados.” Jer. 31:33 e 34. A mesma lei que fora gravada em tábuas de pedra, é escrita pelo Espírito Santo nas tábuas do coração. Em vez de cuidarmos em estabelecer nossa própria justiça, aceitamos a justiça de Cristo. Seu sangue expia os nossos pecados. Sua obediência é aceita em nosso favor. Então o coração renovado pelo Espírito Santo produzirá os “frutos do Espírito”. Mediante a graça de Cristo viveremos em obediência à lei de Deus, escrita em nosso coração. Tendo o Espírito de Cristo, andaremos como Ele andou.” Patriarcas e Profetas, pág. 372

Os salvos em Cristo devem permanecer nEle! A vida destes salvos deve estar em conformidade com a vida do Salvador. Oremos para que todos sejamos revestidos de seu amor e vivamos para demonstrar a vontade de estar com Ele eternamente… Deus seja louvado sempre em nossa vida!

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: