Glorificação somente na volta de Jesus

1

Temos uma natureza caída, susceptível ao pecado e isso só será mudado somente na glorificação. Na glorificação, na volta de Jesus essa natureza caída, susceptível ao pecado será erradicada para sempre. Deus seja louvado!

Acreditamos que mesmo o homem estando com esta natureza caída, ele poderá tornar-se co-participante da natureza divina. Assim será libertado da “corrupção das paixões que há no mundo”:

“Pelas quais nos tem sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo.” 2° Pedro 1:4

“Vem o príncipe do mundo”, disse Jesus; “ele nada tem em Mim.” João 14:30. Nada havia nEle que correspondesse aos sofismas de Satanás. Ele não consentia com o pecado. Nem por um pensamento cedia à tentação. O mesmo se pode dar conosco. A humanidade de Cristo estava unida à divindade; estava habilitado para o conflito, mediante a presença interior do Espírito Santo. E veio para nos tornar participantes da natureza divina. Enquanto a Ele estivermos ligados pela fé, o pecado não mais terá domínio sobre nós. Deus nos toma a mão da fé, e a leva a apoderar-se firmemente da divindade de Cristo, a fim de atingirmos a perfeição de caráter. DTN, pág. 123

“De todos os Seus atos piedosos, o Redentor do mundo declara: “Eu não posso de Mim mesmo fazer coisa alguma.” João 5:30. “Esse mandamento recebi de Meu pai.” João 10:18. Tudo quanto faço é em cumprimento de ordens e da vontade de Meu Pai celestial. A história da vida cotidiana de Jesus é o registro exato do cumprimento do propósito de Deus para com o homem. Sua vida e caráter eram o desdobramento ou a representação da perfeição de caráter que o homem consegue por se tornar participante da natureza divina, e vencendo o mundo na luta diária. The Youth’s Instructor, 23 de abril de 1912.” A Fé pela qual eu vivo, pág. 114

Acreditamos que aquele que tem um relacionamento íntimo e contínuo com Jesus pode ser libertado do pecado, pode  passar a viver sem a presença do pecado:

  • “Todo aquele que permanece nele não vive pecando; todo aquele que vive pecando não o viu, nem o conheceu.” 1° João 3:6
  • “Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus.”1° João 3:9
  • “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o maligno não lhe toca.” 1° João 5:18

Acreditamos que o homem realmente nascido de novo e que está vivendo em comunhão íntima com Cristo, vive para Deus uma vida livre do pecado:

“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; sabendo isto, que o nosso homem velho foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado. Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos; sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.” Romanos 6:1-14

Acreditamos que essa experiência de libertação do pecado deve ocorrer antes da volta de Jesus. Segundo a palavra de Deus aqueles que serão salvos naquele dia serão encontrados pelo Senhor sem mácula. Os que desejam a salvação devem buscar ao Senhor para que sejam purificados de tal forma que quando o Senhor voltar estejam vivendo de forma irrepreensível:

“Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, esperando e apressando a vinda do dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça. Por essa razão, pois, amados, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis.”  2° Pedro 3:11-14

“Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. […] O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” I° Tessalonicenses 5:4-6 e 23

  • O que acontecerá na glorificação?

Precisamos ter uma compreensão muito clara do que realmente acontecerá neste momento. Na glorificação nosso corpo mortal receberá a imortalidade. Nosso corpo corruptível, ou seja, susceptível ao pecado receberá a incorruptibilidade, não mais será susceptível ao pecado.

“Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.” 1 Coríntios 15:52-53; (Ver trabalho Corruptíveis ou Corrompidos?)

O que realmente queremos é que nossos irmãos compreendam que, para aqueles que ainda estiverem em pecado no dia da volta de Jesus, já será “demasiado tarde” para serem purificados, já não haverá mais tempo para buscarem a salvação. Estar com algum pecado no dia da volta de Jesus resultará em perdição eterna:

“Estamos agora na oficina de Deus, e o processo que nos habilita para o glorioso templo continua nestas horas de graça. Não podemos ser agora indiferentes, negligentes e descuidosos, recusando apartar-nos do pecado, mas devemos estar morrendo para os nossos defeitos de caráter e esperar tornar-nos puros, santos e moldados em caráter, à semelhança de um palácio. Quando Cristo vier, será então demasiado tarde para que os erros sejam corrigidos, demasiado tarde para que o caráter seja mudado, demasiado tarde para obter um caráter santo. Agora é o tempo da preparação; agora é o tempo em que podemos ter nossos defeitos removidos; agora é o tempo em que nossos pecados devem ser submetidos, de antemão ao juízo, ser confessados e pelo arrependimento obter perdão para nossos nomes. Que Deus ajude aqueles que ensinam a verdade a serem modelos de piedade, repletos de mansidão e de bons frutos. Carta 60, 1886.” Olhando Para O Alto, pág. 367

Entre nós, há os que, como Acã, farão confissões quando for demasiado tarde para se salvarem.[ …] Eles não estão em harmonia com o que é correto. Desprezam o testemunho positivo que atinge o coração, e gostariam que fossem silenciados todos os que fazem repreensões. Testimonies, vol. 3, pág. 272.” Eventos Finais, pág. 175

“Nem todo o que me diz: Senhor; Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres! Então, lhes direi explicitamente. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidadeMateus 7:21-23

Graças a Deus por tão precioso conhecimento que nos concede. Louvado seja Seu nome!


Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: