Justiça de Cristo: imputada e comunicada

Justiça de Cristo

“Despertai para a justiça, e não pequeis”, adverte Paulo. “Voltai a ter espírito verdadeiramente sóbrio, e cessai de pecar”, traduz o Dr. Weymouth. Falta alguma coisa na vida daquele que não alcançou a vitória em Jesus. Essa pessoa acha-se espiritualmente adormecida e precisa despertar, ou está enferma espiritualmente, e carece de auxílio.

Estava um dia o evangelista Moody conversando com um escocês que, após uma conversão aparentemente maravilhosa, recaíra nas garras de um hábito pecaminoso.

– Que há comigo? Não haverá auxílio para mim? Rogou ele ao homem de Deus.

– Meu amigo, respondeu Moody, seu mal é que o senhor aceitou apenas metade do Evangelho. Cristo não só morreu para salvá-lo da pena do pecado (esta é a metade do Evangelho); a outra metade é o fato de a Ele haver sido dado todo o poder no Céu e na Terra, para lhe dar a vitória sobre a influência dominante do pecado.

O bendito evangelho abrange tanto a purificação da mancha do pecado, como a vitória sobre o seu poder. Por meio de Cristo essa vitória pode pertencer-vos!”

Texto extraído das Meditações Matinais 1960, “DÁ-NOS HOJE”, pág. 96 

  • Justiça Imputada e Justiça Comunicada

“É imputada a justiça pela qual somos justificados; aquela pela qual somos santificados, é comunicada. A primeira é nosso título para o Céu; a segunda, nossa adaptação para ele. Review and Herald, 4 de junho de 1895.” Mensagens Aos Jovens pág. 35 (Cristo Nossa Justiça, pág. 108-109)

Para nossa salvação nosso Senhor Jesus Cristo, mesmo não tendo sido contaminado com o pecado, foi sacrificado e sofreu a penalidade dos nossos pecados. Este sacrifício de Jesus Cristo tornou possível para o pecador arrependido que aceita a Jesus obter o perdão. Esta é a Justiça imputada representando um direto de todas as pessoas verdadeiramente arrependidas.

 “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens.” Tito 2:11

Mas nosso maravilhoso Deus tem algo mais a nos oferecer. Jesus Cristo vivendo em nosso mundo e não tendo sido contaminado com o pecado, preparou o caminho para todo aquele que O aceita como salvador passe a viver livre da escravidão do pecado.

Mediante a atuação do nosso Senhor Espírito Santo podemos ser transformados em “novas criaturas” (1Cor 5:17) e passaremos a viver como nosso Senhor Jesus Cristo viveu. Nosso Pai tornou possível para o homem passar a viver completamente livre da presença do pecado. O poder do Senhor Espírito Santo para vivermos a vida de Cristo é a justiça comunicada.

“Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras. Tito 2:12-14

Ainda Tito exalta: “Fala disto, e exorta e repreende com toda a autoridade. Ninguém te despreze.” Tito 2:15

  • Nos textos a seguir veremos com muita clareza tanto a Justiça Imputada como Justiça Comunicada

“Era possível a Adão, antes da queda, formar um caráter justo pela obediência à lei de Deus. Mas deixou de o fazer e, devido ao seu pecado, nossa natureza se acha decaída, e não podemos tornar-nos justos. Visto como somos pecaminosos, profanos, não podemos obedecer perfeitamente a uma lei santa. Não possuímos justiça em nós mesmos com a qual pudéssemos satisfazer às exigências da lei de Deus.

Mas Cristo nos proveu um meio de escape. Viveu na Terra em meio de provas e tentações como as que nos sobrevêm a nós. Viveu uma vida sem pecado. Morreu por nós, e agora Se oferece para nos tirar os pecados e dar-nos Sua justiça. Se vos entregardes a Ele e O aceitardes como vosso Salvador, sereis então, por pecaminosa que tenha sido vossa vida, considerados justos por Sua causa. O caráter de Cristo substituirá o vosso caráter, e sereis aceitos diante de Deus exatamente como se não houvésseis pecado. (Perdoados, Justiça Imputada)

E ainda mais, Cristo mudará o coração. Nele habitará, pela fé. Pela fé e contínua submissão de vossa vontade a Cristo, deveis manter essa ligação com Ele; e enquanto isso fizerdes, Ele operará em vós o querer e o efetuar, segundo a Sua vontade. Podereis então dizer: “A vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e Se entregou a Si mesmo por mim.” Gál. 2:20. Disse Jesus a Seus discípulos: “Não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós.” Mat. 10:20. Assim, atuando Cristo em vós, manifestareis o mesmo espírito e praticareis as mesmas obras – obras de justiça e obediência.”(Transformados, Justiça Comunicada)

Louvado seja o Senhor por este precioso ensinamento através de Sua serva Ellen G. White em Caminho a Cristo, pág. 62-63.

“As condições do “velho concerto” eram: Obedece e vive – “cumprindo-os [estatutos e juízos] o homem, viverá por eles” (Ezeq. 20:11; Lev. 18:5); mas “maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei”. Deut. 27:26. O “novo concerto” foi estabelecido com melhores promessas: promessas do perdão dos pecados,[Justiça, Imputada] e da graça de Deus para renovar o coração, e levá-lo à harmonia com os princípios da lei de Deus.[Justiça, Comunicada] Este é o concerto que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a Minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração. … Porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais Me lembrarei dos seus pecados.” Jer. 31:33 e 34. A mesma lei que fora gravada em tábuas de pedra, é escrita pelo Espírito Santo nas tábuas do coração. Em vez de cuidarmos em estabelecer nossa própria justiça, aceitamos a justiça de Cristo. Seu sangue expia os nossos pecados. Sua obediência é aceita em nosso favor. Então o coração renovado pelo Espírito Santo produzirá os “frutos do Espírito”. Mediante a graça de Cristo viveremos em obediência à lei de Deus, escrita em nosso coração. Tendo o Espírito de Cristo, andaremos como Ele andou.” Patriarcas e Profetas, pág. 372

A seguir textos que nos falam do poder transformador do Senhor disponível para nossa salvação que correspondem à Justiça Comunicada.

“O poder divino unir-se-á aos nossos esforços e, ao apegar-nos a Deus com a mão da fé, Cristo nos comunicará Sua sabedoria e justiça. Assim, por Sua graça, seremos habilitados a edificar sobre o firme fundamento.” Manuscrito 27, 1886.

“Pela vida que vivemos mediante a graça de Cristo, forma-se o caráter. A beleza original começa a ser restaurada na alma. São comunicados os atributos do caráter de Cristo, começando a refletir-se a imagem do Divino.” DTN, pág. 312

“Cristo leva o castigo pelas transgressões passadas, e comunica ao homem Sua justiça tornando-lhe possível observar a santa lei de Deus.” SDABC, vol.6, pág. 1092

“Abundante graça foi provida para que o crente possa manter-se livre do pecado; pois todo o Céu, com seus recursos ilimitados, foi posto à nossa disposição. Devemos servir-nos da fonte da salvação.”  Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 394

“Contemplando a Jesus receberemos no coração um princípio vivo e que se expande, e o Espírito Santo continua a obra, e o crente prossegue de graça em graça, de força em força, de caráter em caráter. Ele se conforma à imagem de Cristo até que, no crescimento espiritual, alcança a medida da plena estatura de Cristo Jesus. Assim Cristo põe fim à maldição do pecado e livra a alma crente de sua ação e efeito.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 395

“O plano da redenção visa ao nosso completo libertamento do poder de Satanás. Cristo separa sempre do pecado a alma contrita. Veio para destruir as obras do diabo, e tomou providências para que o Espírito Santo fosse comunicado a toda alma arrependida, para guardá-la de pecar.” DTN, pág. 311

“Em Cristo, Deus proveu meios para subjugar todo mau traço, e resistir a toda tentação, por mais forte que seja.” A Ciência do Bom Viver, pág. 65

“Na religião de Cristo, há uma influência regeneradora, que transforma o ser todo, levantando o homem acima de todo vício degradante e vil, elevando os pensamentos e desejos para Deus e o Céu. Ligado ao Ser infinito, o homem se faz participante da natureza divina. Contra ele não têm efeito os dardos do mal; pois que está revestido da armadura da justiça de Cristo.” Conselhos Aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 51-52

É comum vermos pessoas enganadas e enganando a outros com uma mensagem que induz o pecador a crer que o Senhor, no final, desculpará alguns pecados não vencidos. Desta maneira descrevem a justiça de Cristo como se fosse uma capa para cobrir pecados não confessados e não abandonados. Nosso maravilhoso Deus proveu meios para que o homem fosse perdoado e purificado totalmente. Mediante o poder divino em nós não há necessidade de desculparmos nossas atitudes erradas e ainda justificarmos a permanência do pecado em nossa vida. Não existe nenhuma desculpa que justifique ou favoreça a atuação pecaminosa em nós. 

  • Não há desculpas para pecar.

 “Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não está no pecado; Aquele que nasceu de Deus o protege, e o Maligno não o atinge.” 1 João 5:18

 “A influência do tentador não deve ser considerada desculpa para qualquer má ação. Satanás rejubila quando ouve os professos seguidores de Cristo apresentarem desculpas quanto à sua deformidade de caráter. São essas escusas que levam ao pecado. Não há desculpas para pecar. Uma santa disposição, uma vida cristã, são acessíveis a todo filho de Deus, arrependido e crente.” Desejado De Todas As Nações, pág. 311

  • A justiça de Cristo não é uma capa.

“Não é genuíno nenhum arrependimento que não opere a reforma. A justiça de Cristo não é uma capa para encobrir pecados não confessados e não abandonados; é um princípio de vida que transforma o caráter e rege a conduta. Santidade é integridade para com Deus; é a inteira entrega da alma e da vida para habitação dos princípios do Céu.” DTN, pág. 555-556

“A justiça de Cristo não encobrirá pecado algum acariciado. O homem pode ser intimamente transgressor da lei; todavia, se não comete um ato visível de transgressão, pode ser considerado, pelo mundo, possuidor de grande integridade. A lei de Deus, porém, lê os segredos do coração. Todo ato é julgado pelos motivos que o sugeriram. Somente quem estiver de acordo com os princípios da lei de Deus, permanecerá em pé no Juízo. Deus é amor. Demonstrou Ele este amor na dádiva de Cristo. Quando “deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16), nada reteve de Sua possessão adquirida. Deu todo o Céu, do qual podemos tirar poder e eficiência para não sermos repelidos nem derrotados por nosso grande adversário. Mas o amor de Deus não O leva a desculpar o pecado. Não o desculpou em Satanás; não o escusou em Adão ou em Caim; nem o desculpará em qualquer outro homem. Não tolerará nossos pecados, e não passará por sobre nossos defeitos de caráter. Espera que vençamos em Seu nome.” Parábolas de Jesus, pág. 316

  • Estamos rejeitando ou subestimando aquela que é considerada a maior manifestação de poder do Senhor Espírito Santo na vida do homem.

“Esse trabalho de purificação do Espírito Santo tem sido considerado Sua maior obra. Você encontrará essa declaração em Testemunhos Para Igreja, vol. 7, pág. 143: “A maior manifestação do Seu poder [do Espírito Santo] é vista no fato de a natureza humana ser elevada à perfeição do caráter de Cristo.” Pr. Morris L. Venden, Seu amigo O Espírito Santo, pág.61-62

Para nossa salvação precisamos ter uma compreensão muito clara do que nosso maravilhoso Deus fez por nós e também do que Ele deseja fazer em nós. Que possamos em nossas orações pedir ao nosso Deus que aumente nossa fé para que tenhamos o perdão e também a purificação completa oferecida por Deus.

“Porque o salário do pecado é a morte.” (Rom. 6:23) significa que aquele que pecou está sujeito à morte eterna incondicional. Nossa resolução de nos comportarmos bem no futuro não altera a sentença. Somente se aceitarmos o Substituto Divino poderemos ter perdão, absolvição e poder de viver sem cometer pecado.” Lição Escola Sabatina “Cristo O Único Caminho”, 2° Trim. 1990, pág. 46)

  • “Perdão e absolvição” = Justiça Imputada.
  • “Poder de viver sem cometer pecado” = Justiça Comunicada.

“Pela veste nupcial da parábola é representado o caráter puro e imaculado, que os verdadeiros seguidores de Cristo possuirão. Foi dado à igreja “que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente” (Apoc. 19:8), “sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante”. Efés. 5:27. O linho fino, diz a Escritura, “é a justiça dos santos”. Apoc. 19:8. A justiça de Cristo e Seu caráter imaculado, é, pela fé, comunicada a todos os que O aceitam como Salvador pessoal.” Parábolas de Jesus, pág. 310

“Ao nos sujeitarmos a Cristo, nosso coração se une ao Seu, nossa vontade imerge em Sua vontade, nosso espírito torna-se um com Seu espírito, nossos pensamentos serão levados cativos a Ele; vivemos Sua vida. Isso é o que significa estar trajado com as vestes de Sua justiça.” Parábolas de Jesus pág. 312

Com a ajuda do Espírito Santo, homens e mulheres podem sair da mediocridade e viver uma vida pura e santa. Aqueles que professam crer, mas não praticam isso, mentem contra a verdade. […] Como pode o Senhor Se agradar daqueles que não fazem esforço algum para atingir um padrão elevado? Não alegam eles ter recebido uma verdade elevada e enobrecedora? […] 

Deus não pede que homens e mulheres submetam nada que não seja para sua saúde física ou espiritual, mas pede que submetam os maus hábitos degradantes e debilitantes que, se cultivados, os excluirão do Céu. Ele lhes deixa espaço para todo prazer que pode ser desfrutado sem culpa e lembrado sem remorso. Ele lhes pede, para o seu bem presente e eterno, que cultivem virtudes que tragam saúde ao corpo e força ao espírito. Pensamentos puros e hábitos corretos são necessários para a felicidade do homem, como ser humano e como cristão. Tudo que degrada o caráter deve ser vencido se desejamos contemplar o Rei em Sua beleza. […]

O Senhor pode e ajudará todo aquele que buscar Sua ajuda no esforço de se tornar mais puro e santo. […] Têm sido feitos esforços sinceros a fim de vencer as inclinações naturais para o mal, para conquistar hábitos e práticas que fizeram parte da vida antes de conhecer a verdade? São os que alegam crer na verdade desleixados e desordeiros no lar, sem qualquer semelhança com Cristo na vida diária, como antes, enquanto professam aceitar o Salvador? Se sim, eles não estão rendendo louvores Àquele que os chamou das trevas. Eles não se revestiram da justiça de Cristo.

Empenhem-se em fazer firmes progressos. Purifiquem-se “de toda imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus” (2Co 7:1). Sejam asseados e disciplinados no vestir, e bondosos e corteses em suas maneiras. Sejam puros e refinados, pois o Céu é a própria essência da pureza e do refinamento. Como Deus é puro e santo em Seu contexto, devemos ser em nosso contexto. 

Leiam de forma atenta e cuidadosa a parábola da veste nupcial e façam uma aplicação pessoal das lições que ela transmite. […] Aqueles que fazem profissão de fé, mas permanecem imutáveis em hábitos e práticas, são representados […] pelo homem que entrou na festa sem a veste nupcial (Review and Herald, 26 de fevereiro de 1901).” Meditação Matinal 2013 – Perto do Céu, 21 de abril disponível em: <http://www.cpb.com.br/htdocs/periodicos/medmat/ 2013/md42013.html#21> Acesso em: 14 mai 2013.

Ó Deus, obrigado por esta graça. Louvado seja seu nome pela morte de Cristo para nossa salvação e seu poder para nossa transformação em pessoas santas para Sua honra e glória. Capacita-nos para estarmos juntos nas as mansões celestiais em breve… Louvado Sejas sempre Senhor, Pai Maravilhoso!

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: