O trigo e o joio

Trigo e joio

“Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo; mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. e, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio. e os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio? E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo? Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele. Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.”  Mateus 13:24-30

É verdade que o joio estará presente na igreja até o fim, mas temos que compreendermos algumas lições importantíssimas contidas nessa parábola:

  • O joio foi semeado pelo inimigo. Deus pela Sua misericórdia e para que o trigo não seja prejudicado o tolera na igreja. No entanto não é o desejo do Senhor que parte dos membros permaneça como joio na igreja. Todos tem direito à salvação e transformação à semelhança do caráter de Cristo;
  • Precisamos ter uma compreensão muito clara do fato de que no final o joio será queimado. Isto significa que aqueles que são representados pelo joio se não buscarem ao Senhor para mudarem essa condição, no final da história, mesmo estando na igreja perderão a vida eterna e serão queimados no lago de fogo;
  • Também precisamos entender que o que determina a diferença entre o trigo e o joio é o caráter. Nosso maravilhoso Deus tem poder para mudar o nosso caráter se assim desejarmos, Deus pode transformar joio em trigo. Deus seja louvado! Não podemos, portanto nos acomodar na condição de joio.
  • Até o fim existirá trigo joio na igreja, membros defeituosos na igreja

“Nem todos os que professam ser obreiros de Cristo são verdadeiros discípulos. Entre os que trazem Seu nome, e que são mesmo contados entre Seus obreiros, há alguns que não O representam no caráter. … Até ao fim dos tempos, haverá joio no meio do trigo.” Meditação Matina 1971, Vidas Que Falam, pág. 318

“Não tem Deus uma igreja viva? Ele tem uma igreja, mas esta é a igreja militante, e não a igreja triunfante. Entristecemo-nos de que haja membros defeituosos, de que haja joio no meio do trigo. Jesus disse: “O reino dos Céus é semelhante ao homem que semeia boa semente no seu campo; mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou o joio no meio do trigo e retirou-se. E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu no teu campo boa semente? Por que tem, então, joio? E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres, pois, que vamos arrancá-lo? Porém ele lhes disse: não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele. Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi ao ceifeiros: Colhei primeiro o joio e atai-o em molhos para o queimar; mas o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.” Mat. 13:24 e 25, 27-30. A Igreja Remanescente pág. 41

  • É o caráter que determina a diferença entre o trigo e o joio

“É permitido ao joio crescer entre o trigo, desfrutar os mesmos privilégios de sol e chuva; mas no tempo da ceifa será vista “a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não O serve”. Mal. 3:18. Cristo mesmo decidirá quem é digno de ser membro da família celestial. Julgará todo homem segundo suas palavras e obras. A profissão de fé nada pesa na balança. O caráter é que decide o destino. O Salvador não aponta a um tempo em que todo o joio se tornará trigo. O trigo e o joio crescem juntos até à ceifa, o fim do mundo. Então o joio será atado em molhos para ser queimado, e o trigo será recolhido no celeiro de Deus. “Então, os justos resplandecerão como o Sol, no reino de seu Pai.” Mat. 13:43. “Mandará o Filho do homem os Seus anjos, e eles colherão do Seu reino tudo o que causa escândalo e os que cometem iniqüidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali, haverá pranto e ranger de dentes.” Mat. 13:41 e 42.” Parábolas de Jesus, pág.74-75

“O homem finito é propenso a julgar mal o caráter, mas Deus não deixou a obra de julgar e de fazer pronunciamentos sobre o caráter com aqueles que para isto não estão preparados. Não devemos dizer o que constitui o trigo e o que constitui o joio. O tempo da colheita determinará completamente o caráter das duas classes especificadas sob a figura de joio e de trigo. A obra de separação é dada aos anjos de Deus, e não entregue nas mãos de qualquer homem.” A  Igreja Remanescente pág. 44

“Na parábola do trigo e do joio, vemos a razão de o joio não ser arrancado; era para que o trigo não fosse desarraigado também com o joio. A opinião e o juízo humanos ocasionariam graves erros. Mas para que não se cometesse um erro e uma simples haste de trigo fosse desarraigada, diz o Mestre: “Deixai crescer ambos juntos até a ceifa” (Mat. 13:30); então os anjos arrancarão o joio, que será destinado à destruição. Conquanto em nossas igrejas, que pretendem crer em verdades avançadas, haja pessoas em faltas e erros, como o joio em meio do trigo, Deus é longânimo e paciente. Ele reprova e adverte o errante, mas não destrói os que são vagarosos em aprender a lição que lhes quer ensinar; Ele não desarraiga o joio do meio do trigo. O joio e o trigo devem crescer juntos até a ceifa; quando o trigo chegar ao seu completo desenvolvimento, e pelo caráter que apresentar quando amadurecido, ele se distinguirá perfeitamente do joio. A Igreja Remanescente pág. 42

  • Não precisamos ser joio

Não temos competência para avaliar se nossos irmãos são joio ou trigo. O que devemos fazer é com oração verificarmos nossa própria vida e caráter. Não podemos nos acomodar na condição de joio. Constantemente como Davi devemos orar:

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.” Salmos 139:23-24

Não precisamos ser joio nós mesmos, só porque não haverá apenas trigo na colheita. Aqueles que rejeitam a vida e o caráter de Jesus, recusando-se a ser como Ele, declaram-se em conflito com Deus. “Quem não é por mim é contra mim”, declara Cristo, “e quem comigo não ajunta espalha.” Mat. 12:30. Cristo Triunfante, pág. 41

  • Devemos refletir o caráter de Jesus

“Devemos refletir o caráter de Jesus. Em toda parte, quer na igreja, no lar, ou nas relações sociais com os nossos vizinhos, devemos deixar que apareça a encantadora imagem de Jesus. Não podemos fazer isso se não estivermos cheios de Sua plenitude. Se ficássemos mais familiarizados com Jesus, haveríamos de amá-Lo por Sua bondade e excelência, e haveríamos de desejar ficar tão semelhantes ao Seu caráter divino que todos soubessem que temos estado com Jesus, e aprendido dEle.” Meditação Matinal 1992 – Exaltai-O, pág. 267

“Jesus ajudou o mundo inteiro a obter inteligente conhecimento de Sua divina missão e obra. Ele veio representar o caráter do Pai para o nosso mundo, e, ao estudarmos a vida, as palavras e as obras de Jesus Cristo, somos ajudados em todo o sentido na educação da obediência a Deus; e, seguindo o exemplo que Ele nos deu, somos cartas vivas, conhecidas e lidas por todos os homens. Somos os vivos agentes humanos para representar no caráter a Jesus Cristo para o mundo. Cristo não somente deu claros preceitos que mostram como podemos tornar-nos filhos obedientes, mas mostrou-nos em Sua própria vida e caráter como fazer o que é correto e agradável a Deus, de modo que não houvesse desculpa para não fazermos aquilo que é agradável à Sua vista.” Meditação Matinal 1992 – Exaltai-O, pág. 170

“Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim.” João 6:57

 “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20

 “Jesus é a luz do mundo, e deveis moldar vossa vida segundo a Sua. Achareis ajuda em Cristo para a formação de um caráter firme, simétrico e belo. Satanás não pode tornar de nenhum efeito a luz que irradia de um caráter assim. O Senhor tem uma obra para cada um de nós. Ele não toma providência para sermos sustidos pela influência do louvor e afagos humanos; é Seu intento que toda pessoa permaneça na força do Senhor. Deus nos deu Seu melhor dom, sim, Seu Filho unigênito, para, revestindo-nos de Sua própria perfeição de caráter, elevar-nos, enobrecer-nos e habilitar-nos para o lar em Seu reino. Jesus veio ao mundo e viveu como espera que Seus seguidores vivam.” Meditação Matinal 1992 – Exaltai-O, pág. 242

  • A Igreja Triunfante Será Fiel e Semelhante a Cristo

“A obra está prestes a concluir-se. Os membros da igreja militante que se houverem demonstrado fiéis, tornar-se-ão a igreja triunfante.” Evangelismo, pág. 707. Eventos Finais pág. 62″

  • Quando chegará o fim

O fim desse mundo de sofrimento chegará quando os membros da igreja de Deus se revelarem em Seu favor, vivendo uma vida de obediência e deixarem de viver para o pecado. Precisamos urgentemente parar de arrumar desculpas para nossos defeitos pecaminosos, quando temos poder em Cristo para a vitória. Não mais devemos nos contentar com uma vida na condição de joio tendo um caráter defeituoso. Precisamos urgentemente buscar no Senhor forças para viver um cristianismo real, puro, sem hipocrisia. Misericórdia Senhor!

Quando assim fizermos, quando buscarmos verdadeiramente refletir o caráter de Cristo seremos trigo. Amém! Que o Senhor nos ajude e desperte o Seu povo.

“Quando já o fruto se mostra, mete-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa.” Mar. 4:29. Cristo aguarda com fremente desejo a manifestação de Si mesmo em Sua igreja. Quando o caráter de Cristo se reproduzir perfeitamente em Seu povo, então virá para reclamá-los como Seus. Todo cristão tem o privilégio, não só de esperar a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, como também de apressá-la. (II Ped. 3:12.)  Se todos os que professam Seu nome produzissem fruto para Sua glória, quão depressa não estaria o mundo todo semeado com a semente do evangelho! Rapidamente amadureceria a última grande seara e Cristo viria recolher o precioso grão.” Parábolas de Jesus, pág. 69

Deus seja para sempre louvado!

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: