Reforma: consequência do reavivamento

reavivamento-reforma-port

Pronto! Terminamos uma série de aprendizado sobre reavivamento.

Mas e agora? Ao olharmos os estudos que fizemos perguntamos: Estamos reaviados? Entendemos a proposta de Deus? Estamos cientes da obra de Deus para nosso reavivamento?

Não sabemos quais as respostas do leitor, mas uma coisa é certa: Este assunto é essencial para nossa salvação e é necessário buscá-lo antes que seja tarde demais.

Ainda sobre reavivamento, queremos destacar as duas primeiras frases do comentário de sábado: “REAVIVAMENTEO É UM PROCESSO CONTÍNUO. DIARIAMENTE NOSSO SENHOR NOS CONVIDA PARA A ALEGRIA DE SUA PRESENÇA.” Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 59 – Lição de Aluno, pág. 107 – Lição de Professor

Entremos agora no assunto da reforma. Leiamos esta linda promessa:

“Esta é a aliança que farei com a comunidade de Israel depois daqueles dias, declara o Senhor. Porei minhas leis em suas mentes e as escreverei em seus corações. Serei o Deus deles, e eles serão o meu povo.” Hebreus 8:10

Muitas vezes quando não entendemos algo, necessitamos que alguém desenhe para nossa melhor compreensão. Se Deus precisasse desenhar alguma vontade Sua para entendermos melhor, logicamente seria uma obra de arte, sem dúvida alguma. Mas gostaria que os irmãos olhassem bem para a ilustração da lição 9 sobre reforma:

Obra de Deus no coração

O ilustrador da CPB foi abençoado ao traduzir em seus traços, a obra que Deus quer realizar em nosso coração conforme o verso bíblico que lemos acima. Um coração limpo, reformado, com a lei de Deus escrita e o entulho do pecado sendo levado para longe. Assim Ele será nosso Deus e nós, o seu povo santo. Deus seja Louvado! Maravilhoso é seu amor e seu poder em nossas vidas. Amém!

O Pr. Mark Finley utilizou no comentário de sábado o verso:

“Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza; antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.” 2 Pedro 3:17-18

O apóstolo Pedro escreve que sabemos de alguma coisa de antemão para nos guardarmos do engano e decaiamos de nossa firmeza. O que foi escrito nos versos anteriores que ele está chamando nossa atenção?

O capítulo 3, até o verso 13, nos traz a descrição da volta de Jesus e os acontecimentos que circundam este momento. Nos versos 14 e 15, Pedro nos deixa instruções para estarmos preparados para encontrar Jesus:

Verso 14: “Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz.”

Verso 15: “E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada;”

Transcrevendo o verso 17 e 18 com os versos 14 e 15 ficaria assim: “Pelo que, amados, aguardando estas coisas, procurai que dEle sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz. E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada. … Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados e descaiais da vossa firmeza; antes, crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.” 2 Ped. 3:14-18. – Exaltai-O – Meditação Matinal, 1992 – p. 356.

Vemos desta forma mais claramente o alerta para nossa condição de vida. Destacamos que precisamos estar imaculados e irrepreensíveis em paz quando Jesus chegar e sermos achados assim. A irmã White descreve assim a condição de imaculados e irrepreensíveis da seguinte forma:

“”Procurai que dEle sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz.” II Ped. 3:14. Esta é a norma pela qual todo cristão se deve esforçar, não em sua própria capacidade, mas pela graça que lhe é dada por Jesus Cristo. Lutemos pelo domínio sobre todo pecado, e sejamos capazes de controlar toda expressão impaciente, irritada. Carta 38, 1893.” Nossa Alta Vocação – Meditação Matinal, 1962, p. 233

Assim completamos o raciocínio com o comentário do Pr. Mark Finley: “O termo reforma se refere simplesmente a esse crescimento na graça. Significa permitir que o Espírito Santo harmonize todos os aspectos  de nossa vida com a vontade de Deus. Nas áreas em que nos afastamos da obediência, o reavivamento desperta o desejo de agradar a Deus. A reforma nos leva a fazer escolhas para abandonar TUDO que se interpõe entre nós e Ele.” Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 59 – Lição de Aluno, pág. 108 – Lição de Professor

Fizemos questão de destacar nesta última frase, a palavra “TUDO”. Não quer dizer alguma coisa ou alguns detalhes. TUDO é tudo, é 100%.

“A confissão não será aceitável a Deus sem o sincero arrependimento e reforma. E preciso que haja decisivas mudanças na vida; TUDO que seja ofensivo a Deus tem de ser renunciado.” Caminho a Cristo, pág. 39; Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 44 – Lição de Aluno, pág. 74 – Lição de Professor

A Deus toda honra e glória! Maravilhoso!

Há um texto na lição que precisamos estar atentos: “Muitas vezes Deus enviou Seus profetas pra conduzir Israel ao reavivamento. A reforma geralmente acompanhava esses tempos de reavivamento. É importante notar que, mesmo quando o povo de Deus se afastava dEle, ainda era Seu povo escolhido. Repetidamente, Ele enviava Seus mensageiros para guiá-lo de volta a Si.” Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 60 – Lição de Aluno, pág. 109 – Lição de Professor

A atenção a este texto se deve ao fato de não deixar para depois algo que deve ser feito agora, levando em conta que continuaremos ser o povo escolhido e Deus virá ao nosso encontro. Realmente somos o povo escolhido e temos por salvação a longanimidade de nosso Senhor (2 Pedro 3:15). Mas não podemos brincar com nossa salvação, sendo coniventes com o pecado em nossa vida, que tanto ofende a Deus. Deus é amor, mas não esqueçamos que é também justiça. Precisamos de REFORMA SINCERA hoje!

Para confirmar esta necessidade leiamos com oração o texto abaixo:

“Estamos agora na oficina de Deus, e o processo que nos habilita para o glorioso templo continua nestas horas de graça. Não podemos ser agora indiferentes, negligentes e descuidosos, recusando apartar-nos do pecado, mas devemos estar morrendo para os nossos defeitos de caráter e esperar tornar-nos puros, santos e moldados em caráter, à semelhança de um palácio. Quando Cristo vier, será então demasiado tarde para que os erros sejam corrigidos, demasiado tarde para que o caráter seja mudado, demasiado tarde para obter um caráter santo. Agora é o tempo da preparação; agora é o tempo em que podemos ter nossos defeitos removidos; agora é o tempo em que nossos pecados devem ser submetidos, de antemão ao juízo, ser confessados e pelo arrependimento obter perdão para nossos nomes. Que Deus ajude aqueles que ensinam a verdade a serem modelos de piedade, repletos de mansidão e de bons frutos. Carta 60, 1886.” Olhando para o Alto – Meditação Matinal 1983 – pág. 367

  • Estamos doentes por causa do pecado. Precisamos de uma reforma eficaz

Exemplo de Paulo com o povo de Corinto: “Na primeira carta de Paulo aos coríntios, ele manifestou grande preocupação em relação à condição espiritual deles. Muitos membros da igreja tinham se afastado do ideal de Deus. A situação era grave… A igreja de Corinto necessitava de reavivamento e reforma. O apóstolo Paulo exortou-os a continuar firmes na fé e fazer da glória de Deus o principal objetivo de sua vida. Ele tranquilizou os coríntios quanto ao seu amor e assegurou-lhes que o poder de Deus era maior do que qualquer tentação que eles enfrentassem (1Cor 10:13).

Paulo ficou muito feliz com a resposta dos coríntios. Embora ainda tivesse preocupações, ele escreveu: “Alegro-me porque, em tudo, posso confiar em vós” (2Cor 7:16). Que mudança! Em sua primeira carta aos Coríntios, Paulo os repreende como “carnais”. Em sua segunda carta, ele expressou total confiança na nova experiência deles com Deus. O Espírito Santo trouxe renovação espiritual aos coríntios. Esse reavivamento trouxe uma reforma correspondente. A reforma os levou a hábitos, vidas e relacionamentos transformados. Os coríntios ainda enfrentaram desafios espirituais. Eles tiveram provações, mas fizeram avanços significativos em sua fé cristã.” Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 61 – Lição de Aluno, pág. 110 – Lição de Professor

Louvemos ao Senhor!

A realidade descrita acima é a mesma da nossa. Diagnóstico: nos afastamos do ideal de Deus. Tratamento: precisamos ficar firmes na fé e fazer da glória de Deus nosso principal objetivo de nossa vida. O poder de Deus é maior do que qualquer tentação. Resultados esperados: deixaremos de ser carnais, o Espírito Santo nos trará renovação espiritual. Com esta reforma teremos hábitos, vidas e relacionamentos transformados. Contraindicações: desafios espirituais, provações, mas com avanços na fé cristã.

Preste atenção irmão leitor! Olhe para sua vida e veja se não é esta exatamente a sua realidade. Mas tenha fé. Deixe de ser conivente com o mal e busque o poder divino: “Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.” Filipenses 4:13

  • Missão é uma coisa e espiritualidade é outra

“No entanto, com o passar do tempo, os cristãos começaram a perder seu “primeiro amor”. Colocaram o dever no lugar da devoção. Fazer a obra de Jesus se tornou mais importante que o relacionamento com Ele. Gradualmente, e de forma quase imperceptível, sua experiência com Jesus começou a enfraquecer. Eles estavam trabalhando arduamente para defender a fé, mas algo vital estava faltando em sua experiência espiritual. Havia extrema carência do amor por Jesus de uns para com os outros.” Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 62 – Lição de Aluno, pág. 111 – Lição de Professor

Missão é uma coisa e espiritualidade é outra, mas ambas se complementam. A missão se torna o fruto do relacionamento com Jesus. Acredito ser o desejo de todos amá-Lo tanto, de uma forma tranquila e serena, cheia de amor e obediência por este amor e assim estaremos fazendo a sua vontade tranquilamente. Nosso relacionamento com Jesus é de fundamental importância para o cumprimento da obra. Amando Jesus, seremos cheios do poder do Espírito Santo. Assim, nossos estudos bíblicos terão mais vigor, a entrega dos folhetos será com poder, nossos louvores serão agradáveis a Deus, nossos contatos missionários serão convincentes porque, em uma relação de intimidade e comunhão com Cristo, estaremos revelando seu caráter em nossa vida.

  • Os mensageiros do “evangelho eterno”

Diz o comentário da lição: “A mensagem do “evangelho eterno” para o tempo do fim inclui um chamado para obedecer à vontade de Deus tendo em vista a hora do juízo. O juízo revela a todo o Universo a justiça e misericórdia de Deus.”  Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 64 – Lição de Aluno, pág. 113 – Lição de Professor

É uma verdade profética que somos o povo das 3 mensagens angélicas de Apocalipse 14. Infelizmente tem-se visto que o estamos sendo tão coniventes com o mundo e o pecado que estamos nos afastando da nossa responsabilidade.

“O Espírito de Deus Se está apartando de muitos de Seu povo. Muitos têm penetrado em caminhos escuros e secretos, e alguns nunca retornarão. Continuarão a tropeçar para a sua ruína. Têm tentado a Deus, têm rejeitado a luz. Receberam toda a evidência que jamais lhes será dada, e não lhe têm dado ouvidos. Escolheram as trevas em vez da luz, e corromperam a sua alma.” Testemunhos para Ministros e Obreiros Evangélicos, pág. 90-91

Misericórdia Senhor!

  • O sucesso da vida espiritual

O sucesso da vida espiritual, reavivamento, reforma, a pregação do “evangelho eterno” ou conclusão da obra, nunca acontecerá se o Senhor Espírito Santo não fizer parte de nossa vida. Ele é o principal agente de nossas conquistas espirituais. Não podemos deixá-Lo para abraçar o mundo.

Precisa haver um reavivamento e uma reforma, sob a ministração do Espírito Santo. Reavivamento e reforma são duas coisas diversas. Reavivamento significa renovação da vida espiritual, um avivamento das faculdades da mente e do coração, uma ressurreição da morte espiritual. Reforma significa uma reorganização, uma mudança nas idéias e teorias, hábitos e práticas. A reforma não trará o bom fruto da justiça a menos que seja ligada com o reavivamento do Espírito. Reavivamento e reforma devem efetuar a obra que lhes é designada, e no realizá-la, precisam fundir-se. Review and Herald, 25 de fevereiro de 1902.” Mensagens Escolhidas, v. 1, pág. 128 – Lição E. S. 3° Trim. 2013, pág. 65 – Lição de Aluno, pág. 114 – Lição de Professor

“A hora está avançada. Não devemos nos demorar. Israel levou quarenta anos vagueando, quando poderia ter ido diretamente à Terra Prometida em apenas onze dias. Nossa obra já devia ter há muito tempo terminado. Quando o poder de Deus for dispensado mediante a igreja remanescente, este velho mundo será revolucionado.” A Vinda do Consolador, pág. 198.

“Cumpre-nos remediar os defeitos de caráter, purificar de toda a contaminação o templo da alma. Então a chuva serôdia cairá sobre nós, como caiu a temporã sobre os discípulos no dia de Pentecoste. Não há coisa alguma que Satanás tema tanto como que o povo de Deus desimpeça o caminho mediante a remoção de todo impedimento, de modo que o Senhor possa derramar Seu Espírito sobre uma enfraquecida igreja. … Toda tentação, toda influência contrária seja ela franca ou oculta, será resistida com êxito, “não por força, nem por violência, mas pelo Meu Espírito, diz o Senhor dos exércitos”. Zac. 4:6. A chuva serôdia virá, e a bênção de Deus encherá toda alma que estiver purificada de toda contaminação. É nossa obra hoje entregar nossa alma a Cristo, para estarmos preparados para o tempo de refrigério pela presença do Senhor – preparados para o batismo do Espírito Santo. Eventos Finais, pág. 192-193

AMÉM! Ao Senhor seja toda honra e glória.

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: