Definição de pecado

images[1]

Definição de pecado “transgressão da lei”

Na palavra de Deus encontramos a definição de pecado, “pecado é a transgressão da lei.” I João 3:4 Essa é uma definição simples e objetiva. Vemos atualmente alguns afirmando não ser o pecado “apenas” transgressão da lei, mas sinceramente penso que, esse tipo de afirmação procede de pessoas que ainda não entenderão o quão abrangente é a santa lei do Senhor e o que ela representa. Nesse trabalho veremos que pecado é sim simplesmente transgressão da lei e que essa definição abrange todos os pecados.

Verdadeira definição

“Terrível condenação está reservada ao pecador, e, portanto, é necessário que saibamos o que é pecado, para que possamos livrar-nos de seu poder. João diz: “Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei.” I João 3:4. Temos aqui a verdadeira definição do pecado; ele “é a transgressão da lei”. Quantas vezes o pecador é incentivado a abandonar os seus pecados e a ir a Jesus; será, porém, que o mensageiro que quis conduzi-lo a Cristo indicou claramente o caminho? Apontou ele claramente para o fato de que “o pecado é a transgressão da lei” e que o pecador precisa arrepender-se e abandonar a transgressão dos mandamentos de Deus? …” Fé e Obras, p. 117

“O apóstolo nos dá a verdadeira definição de pecado: “O pecado é a transgressão da lei.” I João 3:4. Uma classe enorme de professos embaixadores de Cristo são iguais a guias cegos. Estão dirigindo o povo para fora do caminho de segurança ao apresentar as exigências e proibições da antiga lei de Jeová, como arbitrárias e severas. Dão permissão ao pecador para ultrapassar os limites da lei de Deus. Nisto são como o grande adversário, abrindo diante delas uma vida de liberdade em violação aos mandamentos de Deus. Com esta liberdade sem lei acabaram-se as bases da responsabilidade moral. Aqueles que seguem a esses líderes cegos, fecham as avenidas da alma à recepção da verdade. Não permitem que a verdade com seus frutos úteis lhes afetem o coração. Grande número firma sua alma com preconceito contra novas verdades e também contra a claríssima luz que mostra a correta aplicação de antiga verdade, a lei de Deus, que é tão antiga quanto o mundo. O intemperante e licencioso tem prazer em afirmar freqüentemente que a lei dos Dez Mandamentos não é obrigatória nesta dispensação. Avareza, roubos, perjúrios e crimes de toda espécie são praticados sob o manto de cristianismo.” No Deserto Da Tentação, p. 90-91

Única definição de pecado

“Nossa única definição de pecado é a que é dada na Palavra de Deus; é: “quebrantamento da lei”; é o efeito de um princípio em conflito com a grande lei do amor, que é o fundamento do governo divino.” O Grande Conflito, p. 493

“Que há de levar o pecador ao reconhecimento de seus pecados a não ser que ele saiba o que é o pecado? A única definição de pecado na Palavra de Deus nos é dada em I João 3:4: “Pecado é o quebrantamento da Lei.” É preciso fazer o pecador sentir que é um transgressor.” Nossa Alta Vocação, MM 1962, p.139

Lei de Deus eterna e imutável

“A lei moral jamais foi um tipo ou sombra. Existiu antes da criação do homem, e vigorará enquanto permanecer o trono de Deus. Não podia Deus mudar ou alterar um só preceito de Sua lei a fim de salvar o homem, pois é a lei o alicerce de Seu governo. É imutável, inalterável, infinita e eterna. Para o homem ser salvo, e para ser mantida a honra da lei, foi necessário que o Filho de Deus Se oferecesse como sacrifício pelo pecado. Aquele que não conheceu pecado tornou-Se pecado por amor de nós. Por nós morreu no Calvário. Sua morte demonstra o maravilhoso amor de Deus ao homem, e a imutabilidade de Sua lei.” EXALTAI-O MM 1992, p. 148

A lei de Deus é perfeita e é uma imagem do Seu caráter

“A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma; o testemunho do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices.” Salmos 19:7

“Os judeus haviam estado labutando penosamente a fim de atingir a perfeição mediante seus próprios esforços, e tinham fracassado. Cristo já lhes dissera que sua justiça jamais poderia entrar no reino do Céu. Agora Ele lhes indica o caráter da justiça que devem possuir todos quantos entram no Céu. Em todo o Sermão do Monte, descreve os frutos desse reino, e agora, em uma sentença, aponta-lhe a origem e a natureza: Sede perfeitos, como Deus é perfeito. A lei não passa de uma imagem do caráter de Deus. Contemplai em vosso Pai celestial uma manifestação perfeita dos princípios que são o fundamento de Seu governo.” O Maior Discurso De Cristo, p.77

Grande abrangência da lei de Deus

“O sermão de Cristo sobre o monte teve o propósito de penetrar em nossa vida cotidiana. Os mandamentos são tão amplos, que se apoderam até mesmo de nossos pensamentos. Mas quão poucos atentam para as palavras de nosso Salvador! Conseqüentemente, teremos objeções a enfrentar. Alguns alegarão que são totalmente guiados pelo Espírito e por conseguinte não há muita necessidade da lei de Deus ou de qualquer porção de Sua Palavra. Aqueles que declaram possuir grande luz mas não são santificados pela verdade, são pessoas perigosas, mas podem ser facilmente testadas. “À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva.” Isa. 8:20.” Cristo Triunfante,MM 2002, p. 239

“Os mandamentos de Deus abrangem muito e são de vasto alcance; em poucas palavras desdobram todo o dever do homem. “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças. … Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Mar. 12:30 e 31. Nessas palavras se compreendem o comprimento e a largura, a profundidade e a altura da lei de Deus; pois declara Paulo: “O cumprimento da lei é o amor.” Rom. 13:10. A única definição de pecado, encontrada na Bíblia, é: “O pecado é a transgressão da lei.” I João 3:4.” Mensagens Escolhidas, vol. 1 p. 320

“Paulo frisou especialmente os profundos reclamos da lei de Deus. Mostrou como ela alcança os íntimos segredos da natureza moral do homem, derramando um dilúvio de luz sobre aquilo que tem estado oculto à vista e ao conhecimento dos seres humanos. O que as mãos podem fazer ou a língua proferir – isso que a vida exterior revela – mostra, imperfeitamente embora, o caráter moral do homem. A lei esquadrinha seus pensamentos, motivos e propósitos. As perigosas paixões que permanecem ocultas à vista dos homens, a inveja, o ódio, o sensualismo, a ambição, as propostas perversas nos profundos recessos do coração, ainda não executadas por falta de oportunidade – tudo isso a lei de Deus condena.” Atos dos  Apóstolos p. 424

“Diz o salmista: “A lei do Senhor é perfeita.” Quão admirável em sua simplicidade, sua amplitude e perfeição, é a lei de Jeová! É tão breve, que nos é possível decorar facilmente cada preceito, e todavia tão abrangente que exprime toda a vontade de Deus, e toma conhecimento não somente das ações exteriores, mas dos pensamentos e intenções, dos desejos e emoções do coração. Filhos E Filhas De Deus, MM 1956, p. 39

Transgressão da lei segundo a serva do Senhor é a única definição de pecado, vimos que a lei de Deus é eterna, perfeita, já existia mesmo antes da criação do homem, representa o caráter de Deus e é também tão abrangente que exprime toda vontade de Deus. São essas informações suficientes para que então possamos entender que pecado é simplesmente transgressão da lei. A lei de Deus abrange tudo o que o Senhor deseja para nós em todos os aspectos da vida, atitudes, sentimentos e desejos. A lei de Deus representa o Seu caráter, então tudo que contraria o Seu caráter ou o Seu desejo para nós é pecado. Que possamos meditar na santa lei de Deus, rogar ao Senhor para que Ele escreva Sua lei em nosso coração para que possamos assim viver em plena harmonia com a vontade do Senhor.

“Mas notai aqui que a obediência não é mera aquiescência externa, mas sim o serviço de amor. A lei de Deus é uma expressão de Sua própria natureza; é uma corporificação do grande princípio do amor, sendo, daí o fundamento de Seu governo no Céu e na Terra. Se nosso coração é renovado à semelhança de Deus, se o amor divino é implantado na alma, não será então praticado na vida a lei de Deus? Implantado no coração o princípio do amor, renovado o homem segundo a imagem dAquele que o criou, cumpre-se a promessa do novo concerto: “Porei as Minhas leis em seu coração e as escreverei em seus entendimentos.” Heb. 10:16. E se a lei está escrita no coração, não moldará ela a vida? A obediência – nosso serviço e aliança de amor – é o verdadeiro sinal de discipulado. Assim diz a Escritura: “Porque esta é a caridade [ou amor] de Deus: que guardemos os Seus mandamentos.” I João 5:3. “Aquele que diz: Eu conheço-O e não guarda os Seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade.” I João 2:4. É a fé, e ela só, que, em vez de dispensar-nos da obediência, nos torna participantes da graça de Cristo, a qual nos habilita a prestar obediência. Não ganhamos a salvação por nossa obediência; pois a salvação é dom gratuito de Deus, e que obtemos pela fé. Mas a obediência é fruto da fé. “Bem sabeis que Ele Se manifestou para tirar os nossos pecados; e nEle não há pecado. Qualquer que permanece nEle não peca: qualquer que peca não O viu nem O conheceu”. I João 3:5 e 6. Aí é que está a verdadeira prova. Se habitamos em Cristo, se o amor de Deus habita em nós, nossos sentimentos, nossos pensamentos, nossas ações estão em harmonia com a vontade de Deus tal como se expressa nos preceitos de Sua santa lei. “Filhinhos, ninguém vos engane. Quem pratica justiça é justo, assim como Ele é justo.” I João 3:7. A justiça está definida no padrão da santa lei de Deus, expressa nos dez preceitos dados no Sinai.’ Caminho a Cristo, p. 60

“No Sermão da Montanha, Cristo deu uma definição de verdadeira santificação. Ele levou uma vida de santidade. Ele era uma lição prática do que devem ser os Seus seguidores. Devemos ser crucificados com Cristo, sepultados com Ele, e vivificados então por Seu Espírito. Então somos imbuídos de Sua vida.” Mensagens Escolhidas, vol. 3 p. 202

Deus seja para sempre louvado!

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: