Romanos 3

 

salvação

“Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.

Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus.
Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.
A sua garganta é um sepulcro aberto; Com as suas línguas tratam enganosamente; Peçonha de áspides está debaixo de seus lábios;
Cuja boca está cheia de maldição e amargura.
Os seus pés são ligeiros para derramar sangue.
Em seus caminhos há destruição e miséria;
E não conheceram o caminho da paz.
Não há temor de Deus diante de seus olhos.”
Romanos 3:10-18

Alguém bastante influente na igreja me mandou um e-mail com algumas argumentações tentando provar-me a impossibilidade do homem ser libertado da escravidão do pecado antes da glorificação.

Entre as argumentações desse irmão está a citação de Romanos 3 como sendo um texto que segundo ele, revela uma condição corrompida em que vivemos da qual não existe escapatória, preso a essa condição mesmo que não pratiquemos atos pecaminosos pecaremos em pensamento, assim viveremos até a glorificação.

Romanos 3 descreva sem dúvida alguma uma triste condição corompida da humanidade, e analisando o pensamento desse irmão de não haver a possibilidade para os homens de forma alguma escaparem dessa condição, surge então algumas indagações bastante perturbadoras.

Em Romanos 3 encontramos simplesmente a descrição da condição em que estão vivendo aqueles que estão longe de Deus, nos revelando que não há como ser justo ou alcançar a justificação sem Deus, ou podemos baseados somente nesse texto afirmar que nunca haverá um justo entre os homens?

Será que não há e nunca haverá uma forma pela qual os homens possam ser justificados ou tornados justos? V.10

Será que podemos manter o mesmo raciocínio para as demais afirmações de Romanos 3?

Será que nunca entenderemos a vontade do Senhor? V.11

Será que nunca sentiremos o desejo de buscar a Deus? V.11

Será que estaremos sempre extraviados? V.12

Será que seremos sempre inúteis? V.12

Será que nunca faremos o bem?  V.12

Será que nossa garganta sempre será um “sepulcro aberto com a língua cheia de engano?” V.13

Será que sempre teremos uma língua com veneno de víbora? V.13

Será que nossa boca sempre será cheia de maldição e amargura? V.14

Será que nossos pés sempre serão velozes para derramar o sangue? V.15

Será que em nossos caminhos sempre haverá destruição e miséria e nunca conheceremos o caminho da paz? V.16-17

Será que nunca haverá temor de Deus diante dos nossos olhos? V.18

Se eu responder essas indagações com um sim estarei dando a Romanos 3 uma interpretação que entra em contradição com outros textos da palavra de Deus. Estarei negando o poder do nosso maravilhoso Deus de nos transformar e nos salvar.

Acreditando que Romanos 3 descreve uma condição de vida da qual não podemos escapar como poderemos explicar textos da palavra de Deus como esses que veremos a seguir?

“Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;
Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência;
Nas quais, também, em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas.
Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca.
Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos,e vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou.” Colossenses 3:5-10

“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens,
Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente,
Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo; o qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.
Tito 2:11-14

“Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20

“Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.” 
Gálatas 5:16

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Contra estas coisas não há lei.
E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.”
Gálatas 5:22-24

“Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus.
Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.
Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;
Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça.” Romanos 6:10-13

“Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo.” 
Filipenses 2:15

Romanos 3 é a descrição de como vive o homem que está afastado de Deus.

A seguir veremos outros textos bíblicos que descrevem a mesma condição de vida revelada em Romanos 3, mas nesses textos fica bem evidente que essa é uma condição vivida pelo homem que está afastado do Senhor pois o homem que vive essa condição é chamado de, “néscio,” “homem mau,” e “ímpio.”

“[Salmo de Davi para o músico-mor] Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.
O SENHOR olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus.
Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem, não há sequer um.” Salmos 14:1-3

“[Salmo de Davi para o músico-mor] Livra-me, ó SENHOR, do homem mau; guarda-me do homem violento,
Que pensa o mal no coração; continuamente se ajuntam para a guerra.
Aguçaram as línguas como a serpente; o veneno das víboras está debaixo dos seus lábios. (Selá.)”  Salmos 140:1-3

“Há no coração do ímpio a voz da transgressão; não há temor de Deus diante de seus olhos”
Salmos 36:1

Homem separado de Deus em Isaías 59 com as mesmas características de Romanos 3.

“Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.

Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos de iniquidade; os vossos lábios falam falsidade, a vossa língua pronuncia perversidade. […]

[…]Os seus pés correm para o mal, e se apressam para derramarem o sangue inocente; os seus pensamentos são pensamentos de iniquidade; destruição e quebrantamento há nas suas estradas. Não conhecem o caminho da paz, nem há justiça nos seus passos; fizeram para si veredas tortuosas; todo aquele que anda por elas não tem conhecimento da paz.”  Isaías 59: 2-3 e 7-8

 

“Ao descrever que todos “estão debaixo do pecado” e que “não há justo, nem um sequer” (Rom. 3:9-10), Paulo referia-se a todos que estão separados ou longe de Cristo. Todos aqueles que não experimentaram, pela fé, o poder salvífico de Jesus Cristo, São injustos e necessitam de justificação.”  Lição da Escola Sabatina, 4° trim. 1990, “A Carta Aos Romanos” lição do aluno, pág. 21, lição prof. Pág. 33.

 

O homem tornado justo

 Não podemos interpretar Romanos 3 como sendo um texto que comprova que nunca haverá um justo, o homem pode ser tornado justo, encontramos na bíblia vários textos que comprovam a existência do homem  justo, tornado justo pelo poder de Deus.

A malícia matará o ímpio, e os que odeiam o justo serão punidos. 
Salmos 34:21

O ímpio maquina contra o justo, e contra ele range os dentes. 
Salmos 37:12

Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas. 
Salmos 34:19

A boca do justo jorra sabedoria, mas a língua da perversidade será cortada. 
Provérbios 10:31

O pensamento de que nunca haverá um justo pode nos levar a um comportamento tolerante com o pecado, mas isso não deve acontecer, devemos buscar o poder de Deus para que também sejamos tornados justos, perdoados e purificados, devemos lembrar que os injustos não herdarão o reino de Deus.

“Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus?
Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.”
1 Coríntios 6:9-10 V10

“Filhinhos, ninguém vos engane. Quem pratica justiça é justo, assim como ele é justo.” 
1 João 3:7

Em Jesus Cristo o homem pode ser tornado justo. Deus seja louvado!!!

“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.” 
Romanos 5:1

Entendimento

Não é o desejo do Senhor que vivamos na ignorância, devemos orar pedindo entendimento, conhecimento da vontade de Deus que possamos “andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra.”

“Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual; para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus”
Colossenses 1:9-10   V11

“Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.”
2 Coríntios 4:6    V11

Buscar a Deus

Somos exortados para buscarmos a Deus, “buscai as coisas que são de cima” e aqueles que realmente estiverem vivendo ao lado de Deus estarão fazendo isso continuamente.

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.
Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.
Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.
Colossenses 3:1-4    V11

Extraviados

“Porque também nós éramos noutro tempo insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros.Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,
Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador;
Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.
Tito 3:3-7

“SENHOR, guia-me na tua justiça, por causa dos meus inimigos; endireita diante de mim o teu caminho.”  Salmos 5:8

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.
E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.”
Salmos 139:23-24

Para o cristão verdadeiro a vida extraviada tem que estar no passado, devemos pedir ao Senhor que nos guie no Seu caminho que conduz a vida..

A língua e a boca

“A língua também é um fogo; como mundo de iniquidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno.
Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana;
Mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal.
Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.
De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.
Tiago 3:6-10

Tiago também descreve a condição da nossa língua, “a língua também é um fogo; como mundo de iniquidade”, devemos estar atentos para a mensagem do verso 10, “Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.

Devemos lembrar-nos da mensagem de Jesus , para ter palavras puras que agradam a Deus se faz necessário que tenhamos um coração puro. “Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” 

“Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom, ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.
Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” 
Mateus 12:33-34

“Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos.”
Hebreus 10:16

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”  1 Tessalonicenses 5:23  

O Senhor deseja nossa santificação completa, e com certeza nossa língua ou nossa boca não é uma exceção.

A paz que os servos de Deus podem ter

“Para os ímpios, todavia, não há paz, diz o Senhor.” Isaías 48:22

Segundo a palavra de Deus são os ímpios que não tem paz, mas quanto aos verdadeiros servos de Deus mesmo em meio de lutas e tribulações terão a paz que excede a todo entendimento. Deus seja para sempre louvado!

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.” Filipenses 4:7

Servos do Senhor não são inúteis.

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.” 
Mateus 5:13-16

Os verdadeiros servos de Deus que forem mediante a graça de Deus perdoados e purificados, tornados justos, não serão inúteis, serão o sal da Terra e luz do mundo, vivendo uma vida santa pelo poder de Deus estarão glorificando nosso Pai e também sendo instrumentos do nosso Senhor para que outros aceitem o Salvador e também glorifiquem nosso Pai.

Homens tementes a Deus

“E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo.
Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”
Apocalipse 14:6-7

“Que significa “temer” a Deus? A palavra grega é phobeo. Ela “não é usada aí com o sentido de ter medo de De3us, mas sim com a acepção de achegar-se a Ele com reverência e respeito. Transmite o pensamento de absoluta lealdade a Deus, de completa submissão à Sua vontade.” SDABC, VOL. 7, PÁG. 827. A Bíblia reconhece duas espécies de temor de Deus.(Ver Êxo. 20:20) Esta admoestação especial é muito oportuna. Solicita lealdade e completa entrega a Cristo nos últimos dias. “Por isso ficai também vós apercebidos” (S. Mat. 24:44), estando cada dia preparados para a segunda vinda do Senhor.” Lição da Escola Sabatina, 3° trim. 1989, “Triunfo no Presente e Glória no Futuro”, lição do prof. pág. 76.

“Temei a Deus, e dai-lhe glória,” essa mensagem será proclamada de forma grandiosa pelo povo de Deus. Se desejamos fazer parte do remanescente do povo de Deus que proclamará essa grande e última mensagem não podemos ficar arrumando argumentos ou justificativas para a permanência do homem no pecado.

Essa grande mensagem será proclamada por homens que temem a Deus e que estarão glorificando a Deus revelando Seu caráter, em um mundo repleto de pecado esses fiéis servos de Deus estarão pelo testemunho de uma vida plenamente santificada, demonstrando o que a graça de Deus pode fazer na vida do homem.

“De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor.” Filipenses 2:12

“Eis que os olhos do Senhor estão sobre os que O temem, sobre os que esperam na Sua misericórdia.” Sal. 33:18.

Vamos parar de arrumar desculpas ou argumentos que podem nos tornar tolerantes com o pecado, deve ser nossa atitude, buscar a santificação plena que o Senhor quer nos oferecer. Deus seja louvado!

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”  1 Tessalonicenses 5:23  

“Portanto, assim te farei, ó Israel! E porque isso te farei, prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus.”  Amós 4:12

Deus seja para sempre louvado!

 

 

Anúncios

2 comments so far

  1. Gonçalves on

    O grande azo de vislumbrarmos tantas religiões no mundo é o fato real, concreto, da incidência de II Pedro 3:16 e 17. Lemos: “E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, QUE OS INDOUTOS E INCONSTANTES TORCEM E IGUALMENTE AS OUTRAS ESCRITURAS, PARA SUA PRÓPRIA PERDIÇÃO.” Em II Pedro 1:21, somos alertados de que não podemos determinar, segundo a nossa ótica, a interpretação de nenhum texto bíblico, para que não incorramos na fatídica situação da passagem bíblica acima citada. Mesmo assim, não poucos professos seguidores de Cristo incidem nesse crasso erro. Há uma maneira de compreendermos as Escrituras Sagradas, a qual eu denomino de MÉTODO INFALÍVEL, uma vez que vem do próprio Deus. Encontramo-lo em Isaías 28:10 e I Coríntios 2:13. Lembra? Um pouco aqui, um pouco ali? Se fizermos emprego desse método não temos como errar. Então, como interpretarmos Romanos 3:10, à luz do que nos propicia o método infalível? Ali está escrito: “Não há um JUSTO, nem um sequer.” Faríamos bem se lêssemos o Salmo 14. O que tem lá? Depois que lemos esse Salmo, descobrimos que ele consiste na citação de Romanos 3:10. Pois é isso mesmo. No entanto, o apóstolo Paulo não teria autoridade para mudar o que já estava escrito. O que quero dizer com isso? Lendo o Salmo 14, percebemos que Davi inicia-o fazendo referência aos néscios, e não a todas as pessoas. Ele diz: “Disseram os néscios no seu coração: não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.” E Paulo não mudou o sentido do texto bíblico. Na sequência de Romanos 3:10, vemos que Paulo, assim como Davi, também faz referência a pessoas que desprezam a verdade. Ele prossegue: “Todos se extraviaram e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só… Os seus pés são ligeiros para derramar sangue. Em seus caminhos há destruição e miséria; e não conheceram o caminho da paz. Não há temor de Deus diante de seus olhos.” Versos 12, 15 a 18. Nem todas as pessoas se encaixam nessa descrição, portanto, não podemos afirmar que Paulo se reportava ao mundo inteiro. Será que estou certo? Vejamos. Citemos novamente Romanos 3:10 – “Não há um justo, nem um sequer.” Comparando com esse texto, o que diz Gênesis 6:9? Vamos ver? “Noé era varão JUSTO e RETO em suas gerações; Noé andava com Deus.” E Jó 1:8? “Observaste tu a Meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero, e reto, e temente a Deus, e desviando-se do mal.” Outros textos se seguem. “Então, José, seu marido, como era JUSTO e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.” Mateus 1:19. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque FAZ que o Seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre JUSTOS e injustos.” Note que Cristo empregou o verbo fazer no presente do indicativo, indicando a eterna permanência dos justos. Mateus 5:45. “Quem recebe um profeta na qualidade de profeta receberá galardão de profeta; e quem recebe um JUSTO na qualidade de justo, receberá galardão de justo.” Mateus 10:41. “E Herodias o espiava e queria matá-lo, mas não podia; porque Herodes temia a João, sabendo que era varão JUSTO e santo…” Marcos 6:19 e 20. “Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era JUSTO e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele.” Lucas 2:25. “E eis que um homem por nome José, senador, homem de bem e JUSTO (que não tinha consentido no conselho e nos atos dos outros), natural de Arimateia, cidade dos judeus, e que também esperava o Reino de Deus.” Lucas 23:50 e 51. “Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote, chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; o nome dela era Isabel. E eram ambos JUSTOS perante Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os mandamentos e preceitos do Senhor.” Lucas 1:5 e 6. Pelo que parece, alguma coisa está errada na declaração de Paulo, ou o que ele escreveu não deve ser interpretado como a maciça maioria está pregando por aí. Veja o que diz Isaías: “Se o SENHOR dos Exércitos nos não deixara algum remanescente, já como Sodoma seríamos e semelhantes à Gomorra.” Capítulo 1, verso 9. O profeta aí faz menção ao que aconteceu com Sodoma e Gomorra. E o que houve? Todos sabemos. O que muita gente não sabe é que Ló era JUSTO diante de Deus, e sua presença poupou aquelas cidades. Está escrito: “E condenou à subversão as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; e livrou o JUSTO Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis (porque este JUSTO, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma JUSTA, pelo que via e ouvia sobre as suas obras injustas).” II Pedro 2:6 a 8. Isaías estabelece a verdade para todas as eras deste planeta, desde que o pecado entrou no mundo. Vale dizer que se não houvesse JUSTO sobre esta terra, Deus já a teria destruído. Se os ímpios ainda recebem oportunidade de salvação, a presença do justo muito tem a ver com isso. “Uma semente O servirá; falará do Senhor de geração em geração. Chegarão e anunciarão a Sua justiça ao povo que nascer, porquanto Ele o fez.” Salmo 22:30 e 31. De que semente o profeta está a falar? Da mesma que Deus mencionou no Éden: “E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e A SUA SEMENTE; Esta te ferirá a cabeça, e tu Lhe ferirás o calcanhar.” Gênesis 3:15. A semente da mulher é Cristo; e mulher, em profecia, simboliza a igreja, o corpo místico de Cristo. Assim, temos: “E o dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra AO RESTO DA SUA SEMENTE, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo.” Apocalipse 12:17. Se Cristo é a semente, quem se identifica com a expressão “resto da sua semente”. O apóstolo João responde: “Se sabeis que Ele é JUSTO, sabeis que todo aquele que pratica a justiça É NASCIDO DELE.” I João 2:29. Que coisa maravilhosa: o justo é gerado a partir Cristo, assim como todos os membros provém da cabeça. E como vimos, SEMPRE HAVERÁ JUSTO NA TERRA. Sempre. Hebreus 11 é a galeria dos justos. Lê. Se ainda tu não és um, deves ser hoje, agora, pois enquanto não fores transformado em JUSTO, mesmo exercendo cargo na igreja, permanecerás fora da graça, separado “da comunidade de Israel” e estranho “aos concertos da promessa, “não tendo esperança e sem Deus no mundo”. Efésios 2:12. A garantia é essa: “Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim, pela obediência de Um (CRISTO), MUITOS SERÃO FEITOS JUSTOS.” Romanos 5:19. E foi para isso que Cristo veio a este mundo: para nos possibilitar a justificação (Romanos 4:25). Foi quanto a esse trabalho que Isaías asseriu: “O trabalho da Sua alma Ele verá E FICARÁ SATISFEITO.” Noutras palavras: Sua principal missão foi nos promover a nossa transformação de ímpios, pecadores, em justos, piedosos, TRANSFORMAR-NOS SEGUNDO A SUA SEMELHANÇA. Esse é propósito do evangelho. Sem esse objetivo, a vinda de Cristo teria sido inútil, pois a Sua missão é descrita no Livro de Daniel: “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para EXTINGUIR A TRANSGRESSÃO, e DAR FIM AOS PECADOS, e EXPIAR A INIQUIDADE, e TRAZER A JUSTIÇA ETERNA.” Daniel 9:24. E João descreve a efetivação do árduo trabalho de Cristo: “Sabemos que todo aquele QUE É NASCIDO DE DEUS NÃO PECA; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, E O MALIGNO NÃO LHE TOCA.” I João 5:18. E isso não é fábula; é a mais pura realidade.
    Tal realidade deve ser vista em ti, deve ser vista em mim. Tomemos a decisão hoje, agora, de nos dispormos sobre a maca cirúrgica de Deus, a fim de que Ele, por Seu milagre, mude o nosso coração, mude o nosso caráter, segundo a Sua imagem e semelhança, transformando-nos em filhos Seus, por excelência, JUSTOS. Que Deus nos abençoe!

  2. Gonçalves on

    O grande azo de vislumbrarmos tantas religiões no mundo é o fato real, concreto da incidência de II Pedro 3:16 e 17. Lemos: “E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada, falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, QUE OS INDOUTOS E INCONSTANTES TORCEM E IGUALMENTE AS OUTRAS ESCRITURAS, PARA SUA PRÓPRIA PERDIÇÃO.” Em II Pedro 1:21, somos alertados de que não podemos determinar, segundo a nossa ótica, a interpretação de nenhum texto bíblico, para que não incorramos na fatídica situação da passagem bíblica acima citada. Mesmo assim, não poucos professos seguidores de Cristo incidem nesse crasso erro. Há uma maneira de compreendermos as Escrituras Sagradas, a qual eu denomino de MÉTODO INFALÍVEL, uma vez que vem do próprio Deus. Encontramo-lo em Isaías 28:10 e I Coríntios 2:13. Lembra? Um pouco aqui, um pouco ali? Se fizermos emprego desse método não temos como errar. Então, como interpretarmos Romanos 3:10, à luz do que nos propicia o método infalível? Ali está escrito: “Não há um justo, nem um sequer.” Faríamos bem se lêssemos o Salmo 14. O que tem lá? Depois que lemos esse Salmo, descobrimos que ele consiste na citação de Romanos 3:10. Pois é isso mesmo. No entanto, o apóstolo Paulo não teria autoridade para mudar o que já estava escrito. O que quero dizer com isso? Lendo o Salmo 14, percebemos que Davi inicia-o fazendo referência aos néscios, e não a todas as pessoas. Ele diz: “Disseram os néscios no seu coração: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem.” E Paulo não mudou o sentido do texto bíblico. Na sequência de Romanos 3:10, vemos que Paulo, assim como Davi, também faz referência a pessoas que desprezam a verdade. Ele prossegue: “Todos se extraviaram e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só… Os seus pés são ligeiros para derramar sangue. Em seus caminhos há destruição e miséria; e não conheceram o caminho da paz. Não há temor de Deus diante de seus olhos.” Versos 12, 15 a 18. Nem todas as pessoas se encaixam nessa descrição, portanto, não podemos afirmar que Paulo se reportava ao mundo inteiro. Será que estou certo? Vejamos. Citemos novamente Romanos 3:10 – “Não há um justo, nem um sequer.” Comparando com esse texto, o que diz Gênesis 6:9? Vamos ver? “Noé era varão JUSTO e RETO em suas gerações; Noé andava com Deus.” E Jó 1:8? “Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero, e reto, e temente a Deus, e desviando-se do mal.” Outros textos se seguem. “Então, José, seu marido, como era JUSTO e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.” Mateus 1:19. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o Seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre JUSTO e injustos.” Mateus 5:45. “Quem recebe um profeta na qualidade de profeta receberá galardão de profeta; e quem recebe um JUSTO na qualidade de justo, receberá galardão de justo.” Mateus 10:41. “E Herodias o espiava e queria matá-lo, mas não podia; porque Herodes temia a João, sabendo que era varão JUSTO e santo…” Marcos 6:19 e 20. “Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era JUSTO e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele.” Lucas 2:25. “E eis que um homem por nome José, senador, homem de bem e JUSTO (que não tinha consentido no conselho e nos atos dos outros), natural de Arimateia, cidade dos judeus, e que também esperava o Reino de Deus.” Lucas 23:50 e 51. “Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote, chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; o nome dela era Isabel. E eram ambos JUSTOS perante Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os mandamentos e preceitos do Senhor.” Lucas 1:5 e 6. Pelo que parece, alguma coisa está errada na declaração de Paulo, ou o que ele escreveu não deve ser interpretado como a maciça maioria está pregando por aí. Veja o que diz Isaías: “Se o SENHOR dos Exércitos nos não deixara algum remanescente, já como Sodoma seríamos e semelhantes a Gomorra.” Capítulo 1, verso 9. O profeta aí faz menção ao que aconteceu com Sodoma e Gomorra. E o que houve? Todos sabemos. O que muita gente não sabe é que Ló era JUSTO diante de Deus, e sua presença poupou aquelas cidades. Está escrito: “e condenou à subversão as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza e pondo- as para exemplo aos que vivessem impiamente; e livrou o JUSTO Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis (porque este JUSTO, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma JUSTA, pelo que via e ouvia sobre as suas obras injustas).” II Pedro 2:6 a 8. Isaías estabelece a verdade para todos as eras deste planeta, desde que o pecado entrou no mundo. Vale dizer que se não houvesse JUSTO sobre esta terra, Deus já a teria destruído. Se os ímpios ainda recebem oportunidade de salvação, a presença do justo muito tem a ver com isso. “Uma semente o servirá; falará do Senhor de geração em geração. Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.” Salmo 22:30 e 31. De que semente o profeta está a falar? Da mesma que Deus mencionou no Éden: “E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e A SUA SEMENTE; Esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” Gênesis 3:15. A semente da mulher é Cristo; e mulher, em profecia, simboliza a igreja, o corpo místico de Cristo. Assim, temos: “E o dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra AO RESTO DA SUA SEMENTE, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo.” Apocalipse 12:17. Se Cristo é a semente, quem se identifica com a expressão “resto da sua semente”. O apóstolo João responde: “Se sabeis que Ele é JUSTO, sabeis que todo aquele que pratica a justiça É NASCIDO DELE.” I João 2:29. Que coisa maravilhosa: o justo é gerado em Cristo, assim como todos os membros provém da cabeça. E como vimos, SEMPRE HAVERÁ JUSTO NA TERRA. Sempre. Hebreus 11 é galeria dos justos. Lê. Se ainda tu não és um, deves ser hoje, agora, pois enquanto não fores transformado em JUSTO, mesmo exercendo cargo na igreja, permanecerás fora da graça, separado “da comunidade de Israel” e estranho “aos concertos da promessa, “não tendo esperança e sem Deus no mundo”. Efésios 2:12. A garantia é essa: “Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim, pela obediência de Um (CRISTO), MUITOS SERÃO FEITOS JUSTOS.” Romanos 5:19. E foi para isso que Cristo veio a este mundo: para nos possibilitar a justificação (Romanos 4:25). Foi quanto a esse é o trabalho que Isaías asseriu: “O trabalho da sua alma ele verá E FICARÁ SATISFEITO.” Noutras palavras: Sua principal missão foi nos promover a nossa transformação de ímpios, pecadores, em justos, piedosos, TRANSFORMAR-NOS SEGUNDO A SUA SEMELHANÇA. Esse é propósito do evangelho. Sem esse objetivo, a vinda de Cristo teria sido inútil, pois a Sua missão é descrita no Livro de Daniel: “Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a tua santa cidade, para EXTINGUIR A TRANSGRESSÃO, e DAR FIM AOS PECADOS, e EXPIAR A INIQUIDADE, e TRAZER A JUSTIÇA ETERNA.” Daniel 9:24. E João descreve a efetivação do árduo trabalho de Cristo: “Sabemos que todo aquele QUE É NASCIDO DE DEUS NÃO PECA; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, E O MALIGNO NÃO LHE TOCA.” I João 5:18. E isso não é fábula; é a mais pura realidade.
    Tal realidade deve ser vista em ti, deve ser vista em mim. Tomemos a decisão hoje, agora, de nos dispormos sobre a maca cirúrgica de Deus, a fim de que Ele, por Seu milagre, mude o nosso coração, mude o nosso caráter, segundo a Sua imagem e semelhança, transformando-nos em filhos Seus, por excelência, JUSTOS. Que Deus nos abençoe!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: