Porque é Importante Acreditar

http://csaimages.com/images/istockprofile/csa_vector_dsp.jpg

Porque é tão importante entender e aceitar a possibilidade da plena libertação do pecado mediante o poder de Deus? Alguém me disse que acreditar ou não na plena libertação não vai fazer diferença. Na verdade, realmente pregar essa mensagem não é fácil, ela desperta grande rejeição, quem ousa pregá-la sofre algumas consequências. E chamado de perfeccionista, fanático, propagador de heresias, é proibido de pregar, perde cargos na igreja caso os tenha. Digo isso por experiência própria, no meu caso não me chamam nem mesmo para fazer uma oração. No entanto, veremos nesse trabalho o porquê é tão importante enfrentar toda essa oposição e pregar, acreditar e buscar a plena libertação do pecado em “ocasião oportuna”, Heb. 4:16.

  1. Se não acreditamos, não buscamos como deveríamos buscar, se não buscamos acreditando não alcançaremos. “[…] O homem não se elevará acima de suas concepções sobre a verdade, pureza e santidade”.

“É lei, tanto da natureza intelectual como da espiritual, que, pela contemplação, nos transformamos. O espírito gradualmente se adapta aos assuntos com os quais lhe é permitido ocupar-se. Identifica-se com aquilo que está acostumado a amar e reverenciar. Jamais se levantará o homem acima de sua norma de pureza, de bondade ou de verdade. Se o eu é o seu mais alto ideal, nunca atingirá ele qualquer coisa mais elevada. Antes, cairá constantemente”. Grande Conflito, p. 555.

“É uma lei do espírito humano que, pelo contemplar, somos transformados. O homem não se elevará acima de suas concepções sobre a verdade, pureza e santidade. Se o espírito nunca é exaltado acima do nível da humanidade, se não é pela fé elevado a contemplar a sabedoria e o amor infinitos, o homem estará constantemente a submergir mais e mais”. Patriarcas e Profetas, p.91.

O homem não se levantará acima de “sua norma de pureza”, acima de suas “concepções de pureza”,

Sinônimos de concepções: pontos de vista, opiniões, pareceres, convicções, princípios, pensamentos, perspectivas, visões, noções, conceitos.

Quando analisamos os sinônimos de “concepções” fica ainda mais claro a necessidade de termos que acreditar em uma norma elevada. A necessidade de termos bem claro em nossa mente a verdadeira obra que o Senhor deseja e pode realizar em nossa vida.

Vejam, o homem não se elevará acima de suas concepções: sinônimos, acima de, seu ponto de vista, sua opinião, seu parecer, sua convicção, seus princípios, seus pensamentos, suas perspectivas, sua visão, sua noção, seu conceito, de verdade, pureza e santidade!

De “de acordo com o seu desejo e consentimento[…]”

”O Espírito trabalha no coração do homem de acordo com o seu desejo e consentimento, nele implantando natureza nova; mas a classe representada pelas virgens loucas contentou-se com uma obra superficial”. Parábolas de Jesus, p. 411.

Se o Espírito Santo “trabalha no coração do homem de acordo com o seu desejo e consentimento [..]”, para mim parece bastante claro a necessidade de termos o “desejo” de sermos plenamente purificados, a necessidade de darmos ao Senhor Espírito Santo o “consentimento” para que Ele realize essa maravilhosa obra em nossa vida.

“A medida do Espírito Santo que recebemos será proporcional à intensidade de nosso desejo, à fé exercida nesse sentido a ao uso que fizermos da luz e do conhecimento que nos forem concedidos (RH, 5 de maio de 1886). Eventos Finais, p. 117

Como o Senhor poderia ser mais claro? “A medida do Espírito Santo que recebemos” é “proporcional à intensidade de nosso desejo”, e “à fé exercida nesse sentido”.

Existe por parte da maioria dos membros da igreja adventista uma grande descrença na possibilidade da plena libertação do pecado. O texto a seguir descreve com precisão a triste realidade do professo povo de Deus!

“Há muitos que julgam ser impossível escapar do poder do pecado, mas a promessa é que podemos ser cheios da plenitude de Deus. Nós ambicionamos muito pouco. O alvo é muito mais elevado”. Review and Herald, 12 de julho de 1892. (Cristo Nossa Justiça, p. 109)

“E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! Ajuda a minha incredulidade”. Marcos 9:24

Essa deveria hoje ser também nossa oração: “Ajuda” Senhor “a minha incredulidade!”

Duas perguntas para nossa reflexão. Será que a pessoa que não acredita na necessidade da plena libertação do pecado antes do fechamento da porta da graça e acredita que essa libertação só ocorrerá na volta de Jesus não vai se acomodar, consciente ou inconscientemente, em uma condição alguns pecados são tolerados? Será que a pessoa que não acredita vai buscar a santificação com a mesma determinação daquela pessoa que entende que a libertação precisa ocorrer antes do fechamento da porta da graça. Continuaremos nesse trabalho mostrando outros motivos que revelam a importância de termos uma compreensão precisa da verdadeira obra que o Senhor deseja realizar em nossa vida. Isso se torna necessário já que MUITOS em nossos dias estão ensinado, pregando, levando as pessoas a acreditarem que poderão ser salvas EM seus pecados, Precisamos compreender que Cristo o nos salvar DO pecado e não NO pecado. Mateus 1>21.

“Ele salva os homens, não em pecado, mas do pecado; e os que O amam manifestarão seu amor pela obediência”. O Desejado de Todas as Nações, p. 668.

Continuemos então analisando outras questões que revelam a necessidade de aceitarmos e buscarmos a plena libertação do pecado pela graça de Deus

2Consequência de não acreditar

Vejam no texto a seguir a consequência ou o resultado de não acreditarmos que o nosso caráter possa ser totalmente purificado.

“Ninguém diga: Não posso corrigir meus defeitos de caráter. Se chegardes a essa decisão, certamente deixareis de alcançar a vida eterna. A impossibilidade está em nossa própria vontade. Se não quiserdes não vencereis. A dificuldade real vem da corrupção de um coração não santificado, e da involuntariedade de se submeter à direção de Deus”. Parábolas de Jesus, p. 331

3- Qual deve ser nosso propósito

Respondam com sinceridade! Alguém vai se propor, buscar alcançar uma norma que eles acreditam, ser impossível de ser alcançada? Alguém vai buscar hoje a plena libertação do pecado acreditando que essa plena libertação vai ocorrer somente na volta de Jesus?

“Lembre-se de que nunca alcançará mais elevada norma que a que se propuser. Fixe, pois, alto seu alvo e passo a passo, embora com esforços dolorosos, abnegação e sacrifício, subi até ao topo a escada do progresso”. Parábolas de Jesus, p. 331

4 – Intenção de Satanás

     “O grande conflito entre Cristo e Satanás logo será concluído, e o maligno tem duplicado seus esforços para anular o que Cristo realiza pelos seres humanos. O objetivo dele é manter as pessoas em trevas e sem arrependimento, até que termine a intercessão do Salvador”. A Grande Esperança, P. 45

Satanás sabeque aquelas pessoas que forem mantidas no pecado até que seja fechada a porta da graça, estarão após aquele momento, condenadas a destruição e sem nenhuma possibilidade de serem salvas. Depois de fechada a porta da graça já não mais haverá tempo para confissão, perdão e salvação. Por isso o objetivo de Satanás é “manter as pessoas em trevas e sem arrependimento, até que termine a intercessão do Salvador”.

Não acreditar na possibilidade e necessidade de plena libertação do pecado antes do fechamento da porta da graça e compartilhar essa descrença é estar deixando que o objetivo de Satanás se cumpra na sua vida e estar ajudando o inimigo cumprir seu objetivo na vida de outras pessoas. “O objetivo dele (Satanás) é manter as pessoas em trevas e sem arrependimento, até que termine a intercessão do Salvador”.

5 – TEMPO DE ANGÚSTIA

Não destacar, sentir a necessidade de plena libertação do pecado antes do fechamento da porta da graça é estar negligenciando ou não estar sentindo a necessidade de buscar o devido preparo para estar em condição de subsistir no tempo de angústia.

“Nem mesmo por um pensamento poderia nosso Salvador ser levado a ceder ao poder da tentação. Satanás encontra nos corações humanos algum ponto em que pode obter apoio; algum desejo pecaminoso é acariciado, por meio do qual suas tentações asseguram a sua força. Mas Cristo declarou de Si mesmo: “Aproxima-se o príncipe deste mundo, e nada tem em Mim.” João 14:30. Satanás nada pôde achar no Filho de Deus que o habilitasse a alcançar a vitória. Tinha guardado os mandamentos de Seu Pai, e não havia nEle pecado que Satanás pudesse usar para a sua vantagem. Esta é a condição em que devem encontrar-se os que subsistirão no tempo de angústia”. O Grande Conflito, p. 623.

No tempo de angústia aqueles que ainda tiverem algum defeito de caráter, ainda estiver corrompido pelo pecado serão destruídos pela glória de Deus!

 “’As palavras do Senhor a Israel, eram: “E porei contra ti a Minha mão, e purificarei inteiramente as tuas escórias; e tirar-te-ei toda a impureza’. Isa. 1:25. Para o pecado, onde quer que se encontre, “nosso Deus é um fogo consumidor”. Heb. 12:29. O Espírito de Deus consumirá pecado em todos quantos se submeterem a Seu poder. Se os homens, porém, se apegarem ao pecado, ficarão com ele identificados. Então a glória de Deus, que destrói o pecado, tem que destruí-los”. O Desejado De Todas As Nações, pág. 107

“Se vos apegais ao eu, recusando entregar a Deus a vossa vontade, estais preferindo a morte. Para o pecado, seja onde for que ele se encontre, Deus é um fogo consumidor. Se preferis o pecado, e vos recusais a abandoná-lo, a presença de Deus, que consome o pecado, tem de consumir-vos”. O Maior Discurso De Cristo, pág. 62

6 – CHUVA SERÔDIA

Vejam mais um motivo que revela a importância de se buscar enquanto há graça disponível a plena purificação do pecado!

“Muitos têm, em grande parte, deixado de receber a chuva temporã. Não têm obtido todos os benefícios que Deus assim para eles tem provido. Esperam que as falhas sejam supridas pela chuva serôdia. Quando a maior abundância da graça estiver para ser outorgada, tencionam abrir o coração para recebê-la. Estão cometendo um erro terrível.” Testemunhos Para Ministros, pág. 506 -507 (O Batismo do Espírito Santo, pág. 60)

Somente os plenamente purificados pelo Senhor receberão a chuva Serôdia.

“O grande derramamento do Espírito de Deus, que ilumina toda a Terra com a Sua glória, não virá enquanto não tivermos um povo iluminado, que conheça por experiência própria o que significa ser colaboradores de Deus. Quando tivermos uma consagração plena, de todo coração, ao serviço de Cristo, Deus reconhecerá esse fato derramando Seu Espírito sem medida; mas isso não acontecerá enquanto a maior parte da igreja não se transformar em coobreiros de Deus. Deus não pode derramar Seu Espírito quando o egoísmo e a condescendência própria são tão manifestos; quando prevalece um espírito que, traduzido em palavras, exprimiria a resposta de Caim: “Sou eu guardador do meu irmão?” Gên. 4:9. Review and Herald, 21 de julho de 1896.” Conselhos Para Igreja, pág. 52

“Vi que ninguém poderia participar do “refrigério” a menos que obtivesse a vitória sobre toda tentação, orgulho, egoísmo, amor ao mundo, e sobre toda má palavra e ação. Deveríamos, portanto, estar-nos aproximando mais e mais do Senhor, e achar-nos fervorosamente à procura daquela preparação necessária para nos habilitar a estar em pé na batalha do dia do Senhor. Primeiros Escritos, pág. 71.

“Cumpre-nos remediar os defeitos de caráter, purificar de toda a contaminação o templo da alma. Então a chuva serôdia cairá sobre nós, como caiu a temporã sobre os discípulos no dia de Pentecoste.” Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 69. Eventos Finais pág. 192

“A chuva serôdia virá, e a bênção de Deus encherá toda alma que estiver purificada de toda contaminação. É nossa obra hoje entregar nossa alma a Cristo, para estarmos preparados para o tempo de refrigério pela presença do Senhor – preparados para o batismo do Espírito Santo.” Mensagens Escolhidas, vol. 1, pág. 191. Eventos Finais pág. 193

7 – TARDE DEMAIS

Acreditar e buscar a plena libertação do pecado enquanto há graça disponível para isso é buscar não estar entre aqueles que serão encontrados ainda em pecado quando já for tarde demais para se obter perdão e transformação. Na volta de Jesus não haverá transformação de caráter!

Jesus não altera o caráter em Sua vinda. A obra de transformação tem que ser efetuada agora”. Eventos Finais, p. 295

“Os pretensos crentes, que chegam despreparados ao tempo de angústia, confessarão, em seu desespero, seus pecados perante o mundo em palavras de angústia, enquanto que os ímpios exultam sobre seu desespero. O caso de todos eles é sem esperança. Os que adiaram a preparação para o dia de Deus não podem fazer essa preparação no tempo de angústia nem em qualquer período futuro”. – Signs of the Times, 27 de novembro de 1879; O Batismo do Espírito Santo, p. 112.

“Entre nós, há os que, como Acã, farão confissões quando for demasiado tarde para se salvarem. […] Eles não estão em harmonia com o que é correto. Desprezam o testemunho positivo que atinge o coração, e gostariam que fossem silenciados todos os que fazem repreensões”. Testimonies, vol. 3, p. 272. Eventos Finais p. 175-176

“Cremos sem dúvida alguma que Cristo está para vir em breve. Isso ‘não é uma fábula para nós, é uma realidade. […] Quando Ele vier, não nos purificará de nossos pecados, para remover de nós os defeitos de caráter, nem para nos curar das fraquezas do nosso temperamento e disposição. Se acaso essa obra tiver de ser efetuada em nós, será realizada totalmente antes daquela ocasião. Quando o Senhor vier, os que são santos serão santos ainda. Os que tiverem conservado o corpo e o espírito em santidade, em santificação e honra, receberão então o toque final da imortalidade. Mas os que são injustos, não santificados e sujos, assim permanecerão para sempre. Nenhuma obra se fará então por eles para remover os defeitos e lhes dar um caráter santo. Naquela ocasião, o Refinador não Se ocupará com o processo de purificação para remover-lhes os pecados e a corrupção. Tudo isso deve ser realizado durante o tempo da graça. É agora que essa obra deve ocorrer em nós”. EGW, MM 2022, ACIMA DE TODO NOME, p. 326.

“Aqueles que adiam seu preparo não poderão obtê-lo no tempo de angústia, ou em qualquer momento posterior. O caso de todos esses não têm solução”.  Edição condensada 2013, O Grande Conflito, p. 265

“Quando Cristo vier, será então demasiado tarde para que os erros sejam corrigidos, demasiado tarde para que o caráter seja mudado, demasiado tarde para obter um caráter santo. Agora é o tempo da preparação; agora é o tempo em que podemos ter nossos defeitos removidos; agora é o tempo em que nossos pecados devem ser submetidos, de antemão ao juízo, ser confessados e pelo arrependimento obter perdão para nossos nomes. Que Deus ajude aqueles que ensinam a verdade a serem modelos de piedade, repletos de mansidão e de bons frutos. Carta 60, 1886. 26 de dezembro, Olhando Para o Alto p. 367.

“Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em ocasião oportuna”. Hebreus 4:16

8 – Abreviar a volta de Jesus que está sendo retardada!

“Não era a vontade de Deus que a vinda de Cristo fosse assim retardada. Não era desígnio Seu que Seu povo, Israel, vagueasse quarenta anos no deserto. Ele prometera levá-los diretamente à terra de Canaã, e ali estabelecê-los como um povo santo, sadio e feliz. Aqueles, porém, a quem havia sido pregado primeiramente, não entraram “por causa da sua incredulidade”. Heb. 3:19. Seus corações encheram-se de murmuração, rebelião e ódio, e Ele não pôde cumprir Seu concerto com eles. Por quarenta anos a incredulidade, murmurações e rebelião excluíram o antigo Israel da terra de Canaã. Os mesmos pecados têm retardado a entrada do moderno Israel na Canaã celeste. Em nenhum dos casos as promessas de Deus estiveram em falta. É a incredulidade, o mundanismo, a falta de consagração e a contenda entre o professo povo do Senhor que nos têm conservado neste mundo de pecado e dor por tantos anos”. ME, vol. 1, p.  68-69.

“Todo cristão tem o privilégio, não só de esperar a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, como também de apressá-la. Se todos os que professam Seu nome produzissem fruto para Sua glória, quão depressa não estaria o mundo todo semeado com a semente do evangelho! Rapidamente amadureceria a última grande seara e Cristo viria recolher o precioso grão”. Parábolas de Jesus, pág. 69.

O amadurecimento da seara representa o aperfeiçoamento do caráter do povo de Deus!

“O amadurecimento do grão representa a conclusão do trabalho da graça de Deus no coração humano. Pelo poder do Espírito Santo, a imagem moral de Deus deve ser aperfeiçoada no caráter. Temos que ser completamente transformados à semelhança de Cristo”. Eventos Finais, p. 114.

             “Pelo que Cristo Está Esperando”

“Cristo aguarda com fremente desejo a manifestação de Si mesmo em Sua igreja. Quando o caráter e Cristo se reproduzir perfeitamente em Seu povo, então virá para reclamá-los como Seus”. Eventos Finais, p. 39.

9 = Nudez dos laodiceandos

Precisamos acreditar e buscar ter pela graça de Deus um caráter imaculado, ser totalmente libertado do pecado para que não sejamos encontrados nus sem as vestes apropriadas diante de Deus.

“Os vestidos brancos são a pureza de caráter, a justiça de Cristo comunicada ao pecador. É na verdade uma vestimenta de textura celeste, que só se pode comprar de Cristo por uma vida de voluntária obediência.” Testemunhos Seletos vol. 1, pág. 478

“Pela veste nupcial da parábola é representado o caráter puro e imaculado, que os verdadeiros seguidores de Cristo possuirão. Foi dado à igreja “que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente” (Apoc. 19:8), ‘sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante’. Efés. 5:27. O linho fino, diz a Escritura, ‘é a justiça dos santos’. Apoc. 19:8. A justiça de Cristo e Seu caráter imaculado, é, pela fé, comunicada a todos os que O aceitam como Salvador pessoal”. Parábolas de Jesus, pág. 310

“A menos que eles confiem na justiça de Cristo como sua única segurança, a menos que copiem Seu caráter, trabalhem em Seu espírito, estarão despidos, não possuem as vestes de Sua justiça”. SDABC, vol. 4, pág. 1166.

Veja que em Mateus 22:12 e 13 já não havia como buscar a veste apropriada para as bodas. Devemos buscar ter as vestes, o caráter de Cristo em nós, antes do fechamento da porta da graça. Na volta de Jesus será tarde demais

10 – Preparadas Para Volta de Jesus

Precisamos acreditar para que possamos buscar o devido preparo para a volta de Jesus. Vejam a norma de santidade revelada na palavra de Deus para estar realmente preparado para a volta de Jesus.

“Para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrompida, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente”. Filipenses 2:15,16

A fim de que seja o vosso coração confirmado em santidade, isento de culpa, na presença de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus santos”. 1 Tessalonicenses 3:13

“O mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”. 1 Tessalonicenses 5:23. ARC

“Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo” 1 Timóteo 6:14

“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, justa e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo, o qual se deu a si mesmo por nós, para nos remir de toda iniquidade e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras’” Tito 2:11-14

Vejam Paulo relatando em Filipenses 1:10 qual é o devido prepara para o “dia de Cristo”!

“Para aprovardes as coisas excelentes e serdes sinceros e inculpáveis para o Dia de Cristo”. Filipenses 1:10, ARA.

“Todo meio de graça deve ser diligentemente aproveitado para que o amor de Deus possa influir mais e mais na vida, ‘para que vocês aprovem as coisas excelentes e sejam sinceros e inculpáveis para o dia de Cristo, cheios do fruto da justiça que vem por meio de Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus’ (Fp. 1:10 e 11). Sua vida cristã tem de assumir formas vigorosas e dinâmicas. Poderão alcançar a alta norma que lhes é apresentada nas Escrituras, e terão de fazê-lo, se quiserem ser filhos de Deus”. EGW, MM 2022, ACIMA DE TODO NOME, p. 221.

“A lavagem das vestes do caráter precisa acontecer dia após dia, para que, afinal, sejamos encontrados sem ruga, mancha ou qualquer coisa do tipo, mas imaculados diante Daquele a quem prestaremos contas. Essa obra de purificação, assim como Ele é puro, precisa ser realizada de maneira individual. Devemos examinar nossos motivos e nossas ações à luz da sagrada lei de Deus. Devemos perguntar: ‘Este é o caminho do Senhor?’” EGW, MM 2022, ACIMA DE TODO NOME, p. 253.

11 – O Selo de Deus

Mais uma razão para acreditar e buscar a plena libertação do pecado enquanto existe graça para isso. Quem não estiver plenamente purificado não receberá o selo de Deus. É sempre bom lembrar que o selamento ocorre antes do fechamento da porta da graça, depois desse momento será tarde demais para buscar estar preparado para receber o selo de Deus.

“O selo de Deus jamais será colocado à testa de um homem ou mulher impuros. Jamais será colocado à testa de um homem ou mulher cobiçosos ou amantes do mundo. Jamais será colocado à testa de homens ou mulheres de língua falsa ou coração enganoso. Todos os que recebem o selo devem ser imaculados diante de Deus – candidatos para o Céu”. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 71. (Eventos Finais, p. 221).

12 – “Tudo é possível ao que crê”. (Mc. 9:23).

Para finalizarmos é bom lembrar que o próprio Cristo destacou em Mc. 9:23 a importância de se acreditar, “tudo é possível ao que crê”. Será que justamente a plena libertação do pecado é uma exceção. Mesmo naqueles que não acreditam ser ela possível, podem alcançar essa libertação? 

“Quando oprimidos pelo pecado têm repetido essa súplica! E a todos, o misericordioso Salvador responde: ‘Se o Senhor pode’? ‘Tudo é possível ao que crê’ (Mc. 9:23). É a fé que nos liga ao Céu e nos dá força para resistir aos poderes das trevas. Deus providenciou, em Cristo, meios para vencer todo defeito de caráter e resistir a toda tentação, por mais forte que seja. Mas muitos sentem que lhes falta a fé e, assim, permanecem afastados de Cristo. Que essas pessoas, em sua frágil indignidade, se lancem sobre a misericórdia de seu amável Salvador! Não olhe para si mesmo, mas para

Cristo. Aquele que curava os doentes e expulsava os demônios, quando andava entre os seres humanos, é ainda hoje o mesmo poderoso Redentor. A fé que vem pela Palavra de Deus. Portanto, apegue-se à Sua promessa: ‘O que vem a Mim, de modo nenhum o lançarei fora’ (Jo. 6:37). Lance a si mesmo aos Seus pés, com o clamor: ‘Eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé’! (Mc. 9:27). Você nunca irá se perder enquanto fizer isso – jamais”! EGW, MM 2022, ACIMA DE TODO NOME, p. 332.

Em Quem Acreditamos?

Como professos seguidores de Cristo devemos pedir ao Senhor que aumente nossa fé para que possamos crer na plena libertação do pecado pela graça de Deus. Não existe neutralidade nessa questão. Então, em quem vamos acreditar? Em Cristo, no Seu poder libertador, ou na afirmação de Satanás.

Satanás declarou que os seres humanos não podiam viver sem pecar. Cristo passou por onde Adão tropeçou e caiu, e por uma vida sem pecado colocou a humanidade em terreno vantajoso, a fim de que cada qual pudesse estar perante o Pai, aceito no Amado. Review and Herald, 9 de março de 1905”. MM 1968, NOS LUGARES CELESTIAIS, p. 13.

“Cristo veio para sofrer em favor da raça caída, pois Satanás se gabara de que ninguém poderia resistir aos seus ardis e viver uma vida imaculada neste mundo. Revestido com a natureza humana, o Redentor sujeitou-Se a todas as tentações com as quais são cercados os seres humanos, e venceu em todos os aspectos. O registro de Sua vida é entregue ao mundo, para que ninguém tenha dúvidas quanto ao poder da graça de Deus. Para cada pessoa que se empenha em busca da perfeição do caráter cristão, este mundo torna-se um campo de batalha, no qual se trava o conflito entre o bem e o mal. E todos os que confiam em Cristo obterão a vitória. Carta 38, 1907.Cristo Triunfante pág. 32

“Cristo tomou a humanidade e suportou o ódio do mundo para que pudesse revelar a homens e mulheres que estes poderiam viver sem pecado, que suas palavras, atos, seu espírito, poderiam ser santificados para Deus. Podemos ser cristãos perfeitos se manifestarmos esse poder em nossa vida. Quando a luz do Céu repousar sobre nós continuamente, representaremos a Cristo. Foi a justiça revelada em Sua vida que O distinguiu do mundo e despertou seu ódio. [ …] As palavras de Cristo são ditas para Seu povo em todas as épocas – para nós sobre quem o fim dos séculos é chegado”.  Manuscrito 97, 1909; Olhando Para O Alto, p. 297.

“O homem caiu. A imagem de Deus nele se acha deformada. Por causa da desobediência ele se tornou depravado em suas inclinações e debilitado em suas faculdades, aparentemente incapaz de esperar qualquer outra coisa além de tribulação e castigo. Mas Deus, por intermédio de Cristo, planejou um escape, e diz a todos: “Portanto, sede vós perfeitos.” Mat. 5:48. O Seu propósito é que o homem seja correto e digno diante dEle, e assim o Seu plano não será frustrado. Ele enviou o Seu Filho a este mundo a fim de pagar a penalidade do pecado, e mostrar ao homem como viver uma vida sem pecado”. Signs of the Times, 30 de março de 1904. Cuidado de Deus, MM 1995, pág. 320

“Ele iniciou Sua vida terrena como os seres humanos iniciam a sua, vindo a este mundo como um bebê desamparado. E enquanto aqui esteve, viveu a vida que todo ser humano pode viver, aqueles que receberão o grande dom que o Senhor fez ao nosso mundo ao enviar Seu Filho para executar o plano de salvação”.  MM 1983, Olhando Para O Alto, p. 190.

“Há muitos que julgam ser impossível escapar do poder do pecado, mas a promessa é que podemos ser cheios da plenitude de Deus. Nós ambicionamos muito pouco. O alvo é muito mais elevado”. Review and Herald, 12 de julho de 1892. (Cristo Nossa Justiça, p. 109)

A triste realidade é que em nossos dias estão sendo ignoradas todas essas razões para se buscar a plena libertação do pecado. Aqueles, (pastores e liderança da igreja) que deveriam instruir o professo povo de Deus ensinando a necessidade da plena libertação do pecado, em “ocasião oportuna” Heb. 4:16, estão sendo politicamente corretos, ensinando o que agrada os corações carnais, estão ensinando uma religião “piegas”, “que faz pouco do pecado”, que “só realça o amor de Deus pelo pecador”, encorajam “os pecadores a crer que Deus os salvará enquanto continuarem no pecado, sabendo que é pecado”. É isso que muitos estão fazendo!

“Há esperança para cada um de nós, mas de uma só maneira – apegando-nos a Cristo e empregando toda energia para obter a perfeição de Seu caráter. Essa religião piegas que faz pouco do pecado, e só realça o amor de Deus pelo pecador, encoraja os pecadores a crer que Deus os salvará enquanto continuarem no pecado, sabendo que é pecado. É isso que estão fazendo muitos que professam crer na verdade presente”. MM 2002, Cristo Triunfante, p. 80.

A triste realidade na nossa igreja, IASD, em nossos dias!

“’O […] dia do Senhor está perto, […] e se apressa muito” (Sof. 1:14); onde está, porém, o verdadeiro espírito do advento? Quem se está preparando para subsistir nesse tempo de tentação que se acha iminente? O povo a quem Deus confiou as sagradas, solenes e difíceis verdades para este tempo está dormindo em seu posto. Por seu procedimento, diz: ‘Tenho a verdade’, ‘rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta’, ao passo que a testemunha verdadeira o adverte: ‘Não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.’ Apoc. 3:17. Com que fidelidade retratam essas palavras a presente condição da igreja! ‘Não sabes que és desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.’ Pelos servos do Senhor são transmitidas mensagens de advertência ditadas pelo Espírito Santo, e descobertos defeitos de caráter aos que se têm desviado; eles, entretanto, dizem: ‘Isto não se aplica ao meu caso. Recuso a mensagem que me transmitis. Estou fazendo o melhor que posso. Creio na verdade’”. Testemunhos Seletos, vol. 2, p. 13 e 14.

Não existe um dentre cem, que compreenda por si mesmo a verdade bíblica sobre este assunto, [justificação pela fé] tão necessário ao nosso bem-estar presente e eterno. Review and Herald, 3 de setembro de 1889. (Cristo Nossa Justiça, p. 96).

Não existe um dentre cem, que compreenda por si mesmo a verdade bíblica sobre este assunto, tão necessário ao nosso bem-estar presente e eterno. Quando começa a brilhar a luz, para tornar claro ao povo o plano da redenção, o inimigo opera com toda a diligência, para que a luz seja excluída do coração dos homens. Se nos chegamos à Palavra de Deus com espírito dócil e humilde, será varrido o entulho do erro, e descobrir-se-ão gemas da verdade, por muito tempo ocultas dos olhos”. Review and Herald, 3 de setembro de 1889. (Mensagens Escolhidas, vol. 1, p. 360).

“Os acontecimentos ligados ao final do tempo da graça e obra de preparo para o período de angústia, acham-se claramente apresentados. Multidões, porém, não possuem maior compreensão destas importantes verdades do que teriam se nunca houvessem sido reveladas. Satanás vigia para impedir toda impressão que os faria sábios para a salvação, e o tempo de angústia os encontrará sem o devido preparo”. O Grande Conflito, pág. 594

“Que é que constitui a infelicidade e a nudez dos que se julgam ricos e abastados? É a necessidade da justiça de Cristo. Em sua própria justiça eles são representados como vestidos de trapos da imundícia, e, embora se encontrem nessa condição, eles se lisonjeiam pensando que estão vestidos com a justiça de Cristo. Poderia haver maior ilusão do que esta? Segundo é exposto pelo profeta, podem estar clamando: “Templo do Senhor, templo do Senhor, templo do Senhor é este” (Jer. 7:4), enquanto seu coração está cheio de tráfico profano e transações injustas. Os átrios do templo da alma podem ser o antro de inveja, orgulho, paixão, ruins suspeitas, amargura e formalismo vazio. Cristo olha pesarosamente para Seu povo professo que se sente rico e abastado no conhecimento da verdade, estando porém destituído da verdade na vida e no caráter e inconsciente de sua condição. Em pecado e descrença, consideram levianamente as advertências e os conselhos de Seus servos e tratam Seus embaixadores com escárnio e desdém, ao passo que suas palavras de censura são consideradas contos ociosos. O discernimento parece ter-se ausentado, e eles não conseguem fazer distinção entre a luz que Deus lhes envia e as trevas oriundas do inimigo de sua alma”. Este Dia Com Deus, MM 1980, p. 226

“‘Muitos são chamados, mas poucos escolhidos.’ Mat. 20:16. Muitos ouvem o convite de misericórdia, são testados e provados; mas poucos são selados com o selo do Deus vivo. Poucos se mostrarão humildes como uma criança, para que possam entrar no reino do Céu”. Conselhos Sobre Educação, p. 80

“Isto, porém, eu sei, que nossas igrejas estão perecendo por falta de ensino sobre o assunto da justiça pela fé em Cristo, e verdades semelhantes”. – Obreiros Evangélicos, p. 301. (Cristo Nossa Justiça, p. 103).

Depois de tudo que vimos, será bom fazermos como o salmista que além de perdão pediu também a plena libertação do pecado, a plena purificação!

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno”. Salmos 139:23,24

“Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto”. Salmos 51:10

Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve”. Salmos 51:7

“E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! Ajuda a minha incredulidade”. Marcos 9:24

Se você não acredita, volto a frisar, faça você também essa oração: “Ajuda” Senhor “a minha incredulidade!”

Desperta professo povo de Deus!

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: