Uma Simples Reinvindicação!

Meu nome Anísio Ferreira Martins. Fui batizado na igreja adventista quando criança e rebatizado em 1991. Membro sempre atuante na igreja, pregador, professor da Escola Sabatina por muitos anos, fui ordenado como ancião, já ocupei diversos cargos na igreja. Sempre estive com satisfação pronto para ajudar no desenvolvimento e cumprimento da missão que Deus confiou a igreja.

Hoje não ocupo nenhum cargo na igreja, não sou mais chamado para pregar. Na verdade, existe uma proibição de que eu seja chamado para pregar ou até mesmo para fazer uma oração.  Proibição que os líderes da igreja obedecem sem questionamento! Ao que parece para eles não é importante saber se essa proibição é justa ou não! Bom, não sou chamado nem mesmo para compor plataforma, ou alguma atividade que um membro em condições normais desempenha na igreja. Claro meu nome não pode nem mesmo ser citado em uma comissão anual onde membros são votados e escolhidos para cargos na igreja. Tudo isso porque administro esse blog. www.euquerocristo.com

Existe vários personagens nessa “amorosa” história por parte da liderança da igreja Adventista do Sétimo Dia para com a minha pessoa. Vou citar alguns.

Pr. Luiz Claudio Leite na época, departamental da AMS, que me visitou duas vezes. A primeira na minha casa, cerca de três horas. A segunda na frente da igreja que eu frequentava, igreja do Jardim Glória Lavras MG.

A primeira disse que veio para nos ouvir, achei isso desnecessário porque tudo que precisavam saber estava no referido blog. Mas tudo bem, disse que voltaria e que então traria uma resposta sobre nosso material publicado. Reprovação se encontrasse algo reprovável, ou aprovação. Iria nessa volta nos procurar, conversaríamos e então iríamos apresentar para a igreja o resultado dessa conversa. Nada disso foi cumprido! Depois de uns dois anos, apareceu de surpresa, isso mesmo sem avisar e ainda mais, apareceu para uma conversa na frente da igreja, sem me dar nenhuma oportunidade de avaliar antes dessa conversa o material que estavam trazendo. Nesses dois encontros com esse departamental esteve presente o distrital na época e hoje departamental da AMS Pr. Nelson.

A conversa na frente da igreja foi maravilhosa, pelo menos para mim.  Foi em um sábado, escola sabatina bem rápida e não teve culto, durou mais ou menos umas 8 horas. No final uma pessoa revoltada com o resultado desse encontro, saiu protestando do fundo da igreja em direção do Pr. Luiz Claudio Leite dizendo o seguinte. “Isso não está certo, o senhor (Pr. Luiz C.L.), precisa mostrar que ele (Anísio) está errado!

 No outro dia, a diretora da escola sabatina, irmã Valdeia, se sentiu livre e autorizada para pregar exatamente o que acredito!

Apresentei para o presidente da AMS, Associação Mineira Sul, Pr. Eduardo Acêncio os artigos que resultaram da minha conversa com o Pr Rogério Sathier. A princípio ele disse que iria ler esses artigos, depois mudou de ideia e passou para o responsável no Brasil pelos escritos de Ellen G. White, Pr Renato Stencel esse também disse que iria avaliar esses artigos, estou aguardando, sinceramente sem expectativa de que ele avalie realmente esses artigos.

Tudo bem então? Não! Mesmo esse departamental não provando que estou errado, fui aos poucos sendo retirado das funções da igreja, aos poucos, proibido de diversas coisas na igreja. Sem passar por comissão, várias calúnias sendo propagadas pelos professos irmãos, inimigos declarados da mensagem que defendo. Vários distritais passaram por aqui, TODOS coniventes com essa situação. Poderia escrever muita coisa sobre o que já aconteceu comigo. Recentemente fui visitado por um distrital, Pr. Rogério Sathier. Escrevi dois artigos que contém os argumentos desse distrital e a minha refutação desses argumentos, os artigos estão publicados nesse blog com esses títulos, Querem Acreditar em Salvação NO Pecado e Possuir Natureza Pecaminosa é Pecado? Mais uma vez uma visita em que um pastor não provou que estou errado. Se quiserem podem avaliar os argumentos que esse pastor me apresentou e minhas refutações nesses referidos artigos. Esse pastor foi mais um que se calou, e manteve de uma forma covarde e injusta a minha atual situação. Se recusou a manter nossa conversa.

Enquanto isso continuo sendo proibido de fazer qualquer coisa na igreja, sem comissão, sem seguir as orientações do nosso manual sobre disciplina, tudo de uma forma bem covarde, simplesmente por mencionar e defender a frase proibida de ser mencionada na igreja Adventista do Sétimo Dia! “É POSSÍVEL VIVER SEM PECAR!

Simplesmente por administrar esse blog, que não teve até o presente momento NENHUM artigo refutado por um teólogo adventista!

Esse blog tem uma média de 50 visualização por dia, ao que tudo indica não são apoiadores das mensagens nele contidas, não apoiam, não comentam, salvo raríssimas exceções. Blog cercado de inimigos que não refutam!

É uma grande ironia o fato de ser a igreja que defende que a lei de Deus não foi mudada, ser também a mesma igreja onde a grande maioria dos líderes e membros defendem que está lei não pode ser plenamente obedecida!

 “Temos muito mais a temer de dentro do que de fora. Os obstáculos à força e ao êxito são muito maiores da parte da própria igreja do que do mundo. Os incrédulos têm direito de esperar que os que professam observar os mandamentos de Deus e ter a fé de Jesus, façam muito mais que qualquer outra classe para promover e honrar mediante sua vida coerente, seu exemplo piedoso, sua influência ativa, a causa que representam. Mas quantas vezes se têm os professos defensores verdade demonstrado o maior entrave ao seu progresso! A incredulidade com que se contemporiza, as dúvidas expressas, as sombras acariciadas, animam a presença dos anjos maus, e abrem o caminho para a execução dos ardis de Satanás”. Mensagens Escolhidas, vol. 1, p. 122. (Eventos Finais, p.16)    

Pedi a um ancião da igreja que frequento, ancião Rodrigo, que comunicasse ao pastor que está atualmente no distrito que frequento, Pr. Rogério Sathier, o meu desejo de que a igreja siga as orientações que está no nosso manual da igreja para me disciplinar. Depois fiz o mesmo pedido ao ancião Márcio,

Comuniquei também através do WhatsApp o presidente da Associação Mineira Sum, Pr. Eduardo Acêncio, o meu desejo que a igreja siga as orientações do nosso manual para me disciplinar. Não respondeu! Sinceramente tenho muita curiosidade de saber o que é prioridade para os líderes da nossa igreja!

Já estou disciplinado! Só que de uma forma injusta e covarde! Estou simplesmente reivindicando um direito meu. Simplesmente que sigam as orientações do nosso manual para disciplina de um membro. Será que é pedir muito do professo povo de Deus, pedir que eles procedam de uma forma justa?

Ao ler o manual da igreja adventista fica muito evidente que no meu caso não estão seguindo as orientações do mesmo. Vejam a seguir.

“A igreja reconhece a necessidade de exercer grande cuidado para proteger os mais elevados interesses espirituais de seus membros, assegurar um tratamento justo e salvaguardar o nome da igreja”. Manual da Igreja Adventista 2010, p. 63

“Aos irmãos compete encaminhá-la pela vereda da justiça, tratá-la como desejariam ser tratados em seu lugar, olhando por si mesmos para que não sejam do mesmo modo tentados”. Manual da Igreja Adventista 2010, p. 63

“Conquanto seja direito da igreja administrar a disciplina, isso não anula os direitos dos membros de buscar tratamento justo”. Manual da Igreja Adventista 2010, p. 69

Sei que a disciplina tem um tempo mínimo e um tempo máximo de duração. No final do tempo máximo de disciplina, pode ocorrer a exclusão, para isso tem que haver uma reunião administrativa, onde eu teria o direito de apresentar minha defesa diante da igreja nessa reunião administrativa. No final sei que posso ser até mesmo excluído, mas se isso acontecer que a igreja tenha sido justa e seguido simplesmente as orientações do nosso manual para disciplina e exclusão.

Preciso de apoio para essa minha reivindicação. Quem achar justa essa minha reivindicação poderá me ajudar se comunicando com o presidente da Associação Mineira Sul, Pr. Eduardo Acêncio, apoiando minha reivindicação.

Lembrem-se de que um dia todos prestarão contas a Deus que tem conhecimento de todas as coisas.

Meu WhatsApp 35 991663507

Publicidade

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: